Na última terça-feira (26) realizamos uma análise do recém-lançado Toyota Yaris em sua versão hatchback e, como prometido, chegou a hora de conversarmos hoje sua configuração três volumes. É interessante olharmos para as duas opções de carroceria de forma distinta, já que os sedãs compactos muitas vezes contam com um posicionamento de mercado diferente dos hatches dos quais são derivados.

O raciocínio do Yaris Sedã, de qualquer forma, é bem semelhante ao do hatch e ambos miram uma faixa premium do segmento de compactos. Cabe ao Yaris Sedã disputar mercado com Volkswagen Virtus, Honda City, dentre outros concorrentes de faixa de preço, tamanho e proposta similares.

Mas vamos então para nossa análise das 5 opções do Yaris Sedã:

Yaris Sedã XL 1.5 manual (R$ 63.990) – Vale a pena a compra? Não – Motivo: como já dissemos no caso do hatch, o câmbio manual deverá responder por apenas 5% das vendas do Yaris. A situação no caso do sedã é ainda mais grave uma vez que com esse tipo de carroceria a procura é fortemente marcada por modelos automáticos. Fica claro que o Yaris Sedã manual existe apenas como uma porta de entrada para o modelo e figurar com um preço mais acessível, porém a procura deverá ser baixa. Isso se reflete em menor liquidez no futuro quando você considerar a troca do carro.

Yaris Sedã XL 1.5 aut. (R$ 68.690) – Vale a pena a compra? Sim – Motivo: primeira configuração a oferecer o câmbio automático CVT, o Yaris Sedã começa a se tornar interessante a partir dessa versão, em especial para quem não quer gastar mais do que R$ 70.000 (ou não pode ultrapassar esse teto como é o caso dos consumidores que realizam a compra PCD). Ponto positivo é que todas as versões do Yaris Sedã contam com os controles de tração e estabilidade, algo que um Honda City LX CVT de R$ 72.500 não oferece. Aliás, esse é um grande deslize no Honda ao não disponibilizar os assistentes de segurança ativa em nenhuma de suas versões. Além do ESP e do controle de tração, o Yaris Sedã XL CVT ainda conta com rádio, ar-condicionado, trio elétrico, direção elétrica, rodas de liga leve aro 15”, piloto automático, dentre outros recursos. Ele traz o essencial em termos de conforto, mas se destaca pelo bom nível de segurança.

Yaris Sedã XL Plus Tech 1.5 aut. (R$ 73.990) – Vale a pena a compra? Não – Motivo: o salto que o Yaris Sedã realiza entre as versões XL e XL Plus Tech, no caso R$ 5.300 é alto demais. Isso se dá por conta do ganho em alguns equipamentos de conforto, como é o caso da chave presencial e da central multimídia, além de melhorias no acabamento. A grande questão é que por R$ 73.490 você já adquire o Volkswagen Virtus Comfortline básico. Se não conta com a chave presencial de série, que pode ser colocada como um opcional, ele já traz uma central multimídia com suporte ao Apple CarPlay e Android Auto (sistemas ausentes na central do Yaris Sedã) e o motor 1.0 TSI, com turbo e injeção direta, se sobressai em termos de desempenho comparado com o 1.3 16V presente no Yaris XL Plus Tech. Os controles de tração e estabilidade também são de série a partir do Virtus Comfortline. O VW tem a vantagem de não sacrificar o consumo, que também é baixo, para entregar melhor desempenho. O Virtus ainda tem uma cabine tão espaçosa quanto a do Yaris e seu porta-malas é bem superior (no caso 521 litros contra 473 litros do Toyota).

Yaris Sedã XS 1.5 aut. (R$ 76.990) – Vale a pena a compra? Não – Motivo: se na análise anterior o VW Virtus desponta como uma compra mais interessante do ponto de vista do custo-benefício, agora então, quando falamos de uma versão ainda mais cara, a situação se torna mais favorável para o VW. Tudo bem que o Yaris Sedã já conta com um desempenho melhor graças ao motor 1.5 16V oferecido a partir da configuração XS, mas pelos mesmos R$ 76.990 você adquire o Virtus Comfortline com o pacote opcional Tech II, que o coloca em pé de igualdade com o Yaris Sedã XS em termos de equipamentos e ainda confere ao VW uma lista mais de recursos, com destaque para os 4 airbags, detector de fadiga, rodas de liga leve aro 16” (são de aro 15” no Yaris Sedã XS), sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor de chuva, dentre outros. O Yaris Sedã XS, é bom que se diga, já conta com revestimento interno de couro a partir dessa versão, item ausente no VW. Nos dois sedãs, de qualquer forma, você já encontra câmera de ré, acendimento automático dos faróis, ar-condicionado automático, dentre outros. O Yaris Sedã mostra um ganho em desempenho com o motor 1.5, o que reduz o gap entre o 1.3 e o 1.0 turbo do Virtus, mas ainda sim o sedã da VW se destaca pelo bom espaço interno, na mesma medida do Yaris Sedã, em conjunto com o porta-malas mais generoso no Volkswagen.

Yaris Sedã XLS 1.5 aut. (R$ 79.990) – Vale a pena a compra? Em parte – Motivo: em versão topo de linha, o Yaris Sedã oferece como diferenciais a presença dos 7 airbags e o teto solar de fábrica, algo raro na categoria. Olhando para o VW Virtus, que desponta como uma referência no segmento hoje em dia, você leva para casa o VW na versão Highline pelo mesmo valor, que ainda fica devendo o couro de série (ele é opcional no Virtus Highline e custa R$ 800). Se você colocar esse item mais o pacote opcional com todos os equipamentos no Virtus Highline, o preço sobe para R$ 84.090, o que já é bastante elevado, mas dá direito ao painel digital integrado com a central multimídia, dentre outros recursos. Com isso, o Virtus Highline completo torna-se a opção para um tipo de consumidor que não abre mão e valoriza bastante a tecnologia e eletrônica embarcada. Ao não ultrapassar os R$ 80.000, o Yaris Sedã XLS traz um pacote muito bom em relação ao que esperamos de um modelo nesse segmento sem erros crassos como é caso do Honda City sem os controles de tração e estabilidade e ainda custando R$ 83.400 em sua versão topo de linha EXL. Se você tem essa grana e quer um sedã compacto, o Yaris XLS é uma pedida mais interessante. 

 
 
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
 
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
 
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
 
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
 
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
 
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
 
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
 
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
 
Toyota Yaris Sedã 2019
Toyota Yaris Sedã 2019
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/