Chevrolet antecipa: 2020 será seu ''ano dos SUVs''

Primeira novidade está confirmada para o primeiro trimestre do ano que vem
Teaser da Chevrolet antecipando o Tracker 2021, talvez seu principal lançamento para o ano que vem

Teaser da Chevrolet antecipando o Tracker 2021, talvez seu principal lançamento para o ano que vem | Imagem: Divulgação

Como você já conferiu aqui no Autoo, o próximo ano promete ser intenso para a Chevrolet, a qual tem nos planos a estreia de sete novidades em nosso mercado, englobando aí produtos novos e versões.

A fabricante não esconde que o seu foco em 2020 será na categoria de SUVs, com a primeira novidade confirmada para chegar ao segmento ao longo do primeiro trimestre. Apesar da Chevrolet ainda não confirmar com todas as letras, está claro nos bastidores que trata-se da nova geração do Tracker. A marca de certa forma deixa isso claro com o teaser que figura na imagem principal da notícia.

Irmão dos novos Onix e Onix Plus, o Tracker completamente atualizado passa a ser produzido no Brasil sobre a plataforma GEM. Assim como os demais compactos da família, o SUV compacto deverá oferecer bom custo-benefício em seu catálogo de versões com os motores 1.0 e 1.2, ambos sobrealimentados. Com a estreia do Tracker 2021, a Chevrolet certamente entrará na disputa pelos postos mais altos no ranking de vendas dos SUVs compactos. A previsão é que o modelo chegue às concessionárias no máximo até março de 2020.

Todo o apetite da Chevrolet por robustecer sua linha de utilitários esportivos não é sem razão, uma vez que, como a própria marca analisa “de janeiro a novembro, os SUVs já somam mais de 535 mil unidades emplacadas, alcançando cerca de 21% de participação do mercado total. Como comparação, os hatches acumulam 38%, os sedãs, 20% e as picapes, 13%, aproximadamente. Os demais segmentos somam quase 8% e incluem os veículos pesados”.

Outro modelo com muita relevância que pode figurar entre as sete novidades que a Chevrolet prepara para 2020 pode ser a segunda geração do Spin. Como a marca sinalizou com a atualização visual pela qual o monovolume estreou em 2018, o futuro para o modelo será migrar de vez para a proposta de um crossover. Sem perder aqueles que figuram como seus principais atributos, no caso o amplo espaço interno e a capacidade de acomodar até 7 pessoas, uma boa aposta é que o Chevrolet Orlando chinês já nos dê uma boa ideia do que podemos esperar para o Spin nacional. Claro que, novamente, o custo-benefício do modelo deverá ser tão atraente quanto os demais modelos da família GEM, afinal esse é um dos principais argumentos de venda do Spin. Hoje, por exemplo, não encontramos nenhuma opção de modelo fabricado no Brasil com três fileiras de assentos e câmbio automático por menos de R$ 100.000.

Seguindo no universo dos utilitários, é provável que a picape média S10 e o SUV grande Trailblazer ganhem um novo visual em 2020 como parte de um facelift antes da nova geração da dupla estrear por volta da metade da próxima década. As atualizações deverão concentrar-se na dianteira dos modelos, sintonizando S10 e Trailblazer com utilitários mais recentes da Chevrolet oferecidos nos EUA e demais países ao redor do mundo.

Por fim, vale a pena ficarmos de olho no Equinox. O SUV médio, que recentemente passou a contar com a opção do motor 1.5 turbo no Brasil, vai estrear seu facelift de meio-ciclo no ano que vem nos EUA. Como o Equinox é importado, seu cronograma de atualização por aqui será próximo ao da América do Norte, portanto a linha 2021 tem uma grande chance de desembarcar no Brasil até o fim do ano que vem. Sem alterações mecânicas, o Equinox 2021 deverá receber apenas melhorias estéticas para tornar-se mais alinhado com os SUVs recentes da marca.

Projeção de Kleber Silva para o facelift do Chevrolet Equinox
Projeção de Kleber Silva para o facelift do Chevrolet Equinox
Imagem: Kleber Silva

Assine a newsletter semanal do AUTOO!