Civic vai mudar no segundo semestre

Honda prepara facelift exclusivo com tema esportivo para a versão nacional do sedã

O Civic mudou recentemente nos EUA | Imagem: Honda

Raramente um carro lançado há pouco mais de dois anos ganha um novo visual, especialmente se não há do que reclamar. Mas isso vai acontecer com o Honda Civic fabricado no Brasil, que vai passar por seu primeiro facelift de meia vida na virada do semestre.

Em conversa com o AUTOO, Alfredo Guedes, supervisor de relações institucionais da marca, confirmou que o sedã vai passar por uma reestilização específica para o mercado nacional.

“A versão brasileira do Civic não vai ser igual ao modelo recém-atualizado nos Estados Unidos”, contou Guedes. “O nosso carro vai ter rodas maiores e o desenho dos parachoques vai ter um toque mais esportivo”, revelou o supervisor da Honda.

Veja mais: Honda confirma produção de SUV na fábrica de Itirapina

Não haverá, porém, alterações nas opções de motorização do Civic, hoje oferecido com blocos 1.8 e 2.0, ambos flex. Guedes ainda revelou que os preços da próxima linha do carro serão praticamente os mesmos da gama atual.

A mudança precoce tem uma explicação óbvia, a chegada da nova geração do Corolla, seu rival há décadas. Hoje o Civic lidera o segmento de sedãs médios, porém, em abril o Toyota já encostou nas vendas. A ideia é vender caro o primeiro lugar, até que chegue a vez do Honda mudar, daqui a pelo menos dois anos.

Novo City no Salão de São Paulo

O City é outro carro da Honda que será atualizado neste ano no Brasil. O modelo vai adotar o mesmo facelift criado para o modelo fabricado na Tailândia e sua estreia, segundo novamente Alfredo Guedes, está prevista para acontecer no Salão do Automóvel de São Paulo, no final de outubro.