Um desejo antigo do braço norte-americano da Volkswagen, finalmente a montadora alemã resolveu entrar no segmento dos SUVs de grande porte com o Atlas, modelo que será produzido nos EUA e foi concebido especificamente para atender os desejos desse público.

Com 5,04 m de comprimento, 1,98 m de largura e 1,77 m de largura, a Volkswagen adianta que o modelo terá capacidade para acomodar 7 passageiros com conforto, inclusive adultos na terceira fileira de assentos, a qual também contará com um sistema inovador para facilitar o acesso ao local. A montadora, contudo, não dá muitos detalhes sobre o mecanismo. Apenas como comparação, um Toyota SW4, modelo considerado grande para os padrões brasileiros, conta com 4,79 m de comprimento e 1,85 m de largura, portanto já dá para perceber que o Atlas honra a história do nome e é um verdadeiro gigante. Algo bem peculiar ao gosto norte-americano, mais acostumado e com predileção por SUVs generosos nas dimensões.

Baseado na nova plataforma modular tranversal (MQB), o Atlas terá como opção de entrada a geração mais recente do motor 2.0 TSI, com turbo e injeção direta, de 238 cv de potência. As variantes mais caras do SUV será movidas por um poderoso 3.6 VR6 de 280 cv, o qual também será oferecido em conjunto com a tração integral 4Motion. O câmbio automático de 8 marchas é comum aos dois propulsores.

Outro ponto de destaque do Atlas é o bom nível de tecnologia embarcada e equipamentos sofisticados para o conforto. A Volkswagen destaca, por exemplo, que o Atlas traz o sistema de som mais refinado já criado para um carro da marca. Concebido pela Fender, ele conta com 12 canais, amplificador de 480W e 12 alto-falantes.

O SUV também terá em suas versões mais caras recursos como piloto automático adaptativo (ACC), alerta de colisão com sistema de frenagem autônoma de emergência, monitor de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, aviso de saída da faixa de rodagem com correção e assistente de estacionamento.

Para assegurar a segurança, o Atlas contará com um interessante recurso que é o sistema frenagem automática pós-colisão. Ele funciona acionando os freios quando uma colisão primária é detectada pelos sensores do airbag, ajudando a reduzir a energia cinética residual e, como consequência, a chance de danos mais graves em decorrência da batida.

A produção do Atlas envolveu um investimento de US$ 900 milhões na unidade de Chattanooga, onde ele será produzido em conjunto com o Passat. O modelo será lançado nos EUA no segundo trimestre de 2017 e, pelo visto, as chances são pequenas dele chegar por aqui. Além de muito comprido e largo para o Brasil, a Volkswagen já tem no Touareg uma opção de SUV de grande porte mais adequada ao perfil brasileiro.

 
 
Volkswagen Atlas 2018
 
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
 
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
 
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
 
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
 
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
 
Volkswagen Atlas 2018
Volkswagen Atlas 2018
 
 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/