Ford Bronco Sport surpreende pela capacidade off-road

Avaliado nos EUA, SUV que está cotado para o Brasil mostra boa mistura de conforto na estrada e robustez fora dela
Bronco Sport 2021

Bronco Sport 2021 | Imagem: Divulgação

O novo Ford Bronco Sport já começou a ser produzido no México e, com isso, as primeiras unidades já começaram a chegar nos EUA, onde alguns jornalistas já puderam ter um primeiro contato com o SUV. A novidade também está cotada para chegar ao Brasil no ano que vem. Um dos veículos que já testou o carro foi o Kelley Blue Book, que elogiou as capacidades do modelo.

O que ele tem?

O Ford Bronco Sport será vendido nos EUA em quatro versões, sempre com câmbio automático e tração integral. As versões de entrada saem de fábrica com um motor 1.5 turbo de três cilindros a gasolina de 183 cv de potência e 26,2 kgfm de torque. Já a configuração mais cara traz um 2.0 turbo de quatro cilindros a gasolina com, respectivamente, 248 cv e 38 kgfm.

A versão mais simples é a Base, de US$ 26.660 (R$ R$ 136,1 mil). Ela traz cinco modos de condução off-road, tração integral, rodas de liga leve de 17 polegadas, alerta de mudança involuntária de faixa, controle de estabilidade, acendimento automático dos faróis, câmera de ré, monitor de ponto cego, central multimídia Sync 3, compatibilidade com Android Auto e Apple Car Play, painel de instrumentos com tela central digital de 4,2 polegadas, direção com assistência elétrica e ar-condicionado.

Uma acima está a Big Bend, de US$ 28.160 (R$ 143,8 mil). Ela adiciona ar-condicionado automático com saída para o banco traseiro, banco do motorista com ajustes elétricos e chave presencial com partida por botão. A partir dessa versão, o teto-solar elétrico e o controle de cruzeiro adaptativo passam a ser opcionais.

Ford Bronco Sport 2021
Ford Bronco Sport 2021
Imagem: Divulgação

Última a vir de série com o motor 1.5, a Outer Banks custa US$ 32.160 (R$ 164,2 mil). Agrega ainda rodas de 18 polegadas, sensor de chuva, partida remota, assistente de manutenção de faixa, assinatura de LED na grade, ar-condicionado de duas zonas, revestimento de couro para a cabine, ajustes elétricos para os bancos dianteiros e painel de instrumentos com tela digital de 6,5 polegadas.

Por último, a versão Badlands traz o motor 2.0 e sai por US$ 32.660 (R$ 166,4 mil). Ela é a versão mais preparada para o off-road, traz os equipamentos da Outer Banks mais rodas de 17 polegadas com pneus de uso misto, suspensão preparada e diferencial traseiro com bloqueio mecânico. Em tal configuração, o Bronco Sport ganha mais dois modos de condução off-road.

Como ele anda?

Falando sobre o Ford Bronco Sport após breve contato no evento de lançamento, os norte-americanos não se aprofundaram muito no visual do SUV. mas disseram que suas linhas mais retas deixam sua cabine mais prática que a do Ford Escape, modelo com o qual compartilha a plataforma, apesar de ser menor.

Reforçando a impressão de praticidade, o tampão traseiro do Bronco Sport conta com uma janela basculante, que pode ser aberta de forma independente. O porta-malas foi apontado como maior que o esperado pela mídia especializada. No entanto, o espaço para os ocupantes traseiros é apenas adequado a adultos e o encosto não reclina. 

Bronco Sport 2021
Bronco Sport 2021
Imagem: Divulgação

Outro detalhe destacado é que as portas traseiras são curtas e não abrem muito, o que pode dificultar a instalação de assentos infantis. Ainda no interior, elogiou-se o visual mais reto do painel, que deixou o acesso às funções do carro mais simples e ergonômico, além de reforçar o ar robusto da carroceria. O carro testado era da versão Badlands e sua lista de itens de série foi julgada como parelha a qualquer outro SUV de porte similar à venda nos EUA.

No entanto, não foi no papel que o Bronco Sport Badlands surpreendeu os norte-americanos. Mas sim o seu desempenho. O jornalista destacou que o amplo torque do motor 2.0 turbo faz com o que o SUV acelere rapidamente, facilitando ainda as retomadas. Assim, na cidade e na rodovia, o modelo performa bem, oferecendo ainda um bom nível de conforto a bordo apesar de ser uma versão mais voltada para o fora-de-estrada.

Foram dois trechos onde o Bronco Sport pode ser avaliado além do asfalto. No primeiro, em terreno arenoso, o 2.0 deu conta de manter o embalo do SUV, evitando que ele atolasse na areia. Com um modo dedicado para esse tipo de condição, o bloqueio do diferencial traseiro atuava para girar mais a roda do lado externo das curvas, de forma a rotacionar a carroceria e facilitar as manobras em alta velocidade e sem aderência.

Já em ladeiras pedregosas, o Badlands também oferece um modo dedicado, suavizando a resposta do acelerador e deixando o volante mais leve, além de travar completamente o diferencial traseiro. Com um grande curso nos amortecedores, o carro não perdeu tração e quase não deixava rodas penduradas no ar.

Na conclusão, o jornalista norte-americano destacou que o Ford Bronco Sport é muito mais capaz fora do asfalto do que o ele realmente precisaria para competir com modelos como o Honda CR-V, por exemplo. Inclusive, foi dito que não há vergonha nenhuma em levar o irmão menor do Bronco para casa se o uso diário incluir terrenos difíceis. No entanto, a mescla dessa capacidade com o bom comportamento na estrada e a praticidade deixaram o Bronco Sport na vantagem sobre os rivais dos EUA.

Ford Bronco Sport 2021
Ford Bronco Sport 2021
Imagem: Divulgação