Fox BlueMotion é investimento a médio prazo

Com valor 3% acima do modelo normal e consumo 10% menor, hatch vale a pena após dois anos

VW Fox BlueMotion 2013 | Imagem: VW

Aqueles que procuravam uma chance para contribuir com a redução da poluição ambiental, porém não podiam abrir mão de um carro como meio de transporte, podem começar a coçar os bolsos. A Volkswagen lançou o Fox BlueMotion, a linha ecologicamente correta do hatch, que parte de R$ 36.730 e chega a R$ 38.300 para o modelo quatro portas.

As duas opções vêm equipadas com o motor 1.6 8V de 104 cv (com etanol) e câmbio manual de 5 marchas. O propulsor, por sua vez, recebeu ajustes para reduzir a emissão de poluentes e deminuir o consumo de combustível.

Veja mais: Volkswagen lança Fox BlueMotion por R$ 36.730

O gerente executivo de desenvolvimento de produtos, José Loureiro, esboçou um plano para fazer os 3% pagos a mais no Fox BlueMotion valerem a pena. “A diferença entre a linha normal para a BlueMotion pode ser paga em até dois anos e meio”, afirmou Loureiro. Isso porque a Volkswagen garante que a novidade é 10% mais econômica do que o carro com motor 1.6 comum.

Nos testes de consumo realizados pela própria montadora, o carro apresentou média de 16,1 km/l – abastecido com gasolina –, o que representa uma melhora de 12,6% com relação ao modelo comum, que completou a prova com uma marca de 14,3 km/l.

A Volkswagen também garante que a nova tecnologia na linha Fox não afeta o desempenho do carro. Na hora de levá-lo do 0 aos primeiros 100 km/h, é preciso 10,3 segundos. As suspensões e os amortecedores também foram recalibrados pensando no verde, mas a diferença, ao dirigir, é mínima.

Por fora, o Fox BlueMotion é identificado pela nova grade dianteira que, conforme explicou José Loureiro, tem uma implicância significativa na aerodinâmica e no consumo. O interior também passou a contar com um novo tecido nos bancos e um acabamento exclusivo no painel central. De série, o hatch traz apenas direção hidráulica e computador de bordo.

Ao volante nada muda, com exceção das trocas de marchas mais alongadas devido ao acerto na caixa do câmbio. Na estrada, é possível notar que a estabilidade do Fox ficou mais sensível graças aos novos “pneus verdes” 175/70 que acompanham as rodas de 14 polegadas (o carro vem com calotas de série). Esses pneus contam com uma maior quantidade de sílica em sua composição, permitindo uma redução de 23% na resistência ao rolamento.

Investimento a médio prazo

Mas será que o carro vale a pena? Afinal de contas, ele é mais caro do que o irmão menos sustentável. Para isso, o AUTOO preparou uma rápida conta, confira:

Suponhamos que você rode a comum média de 30.000 km por ano. Usando o preço da gasolina a R$ 2,70 (base de valor dos postos de São Paulo), a economia será de R$ 635 nestes 12 meses. Serão 1.863 litros de combustível queimados na versão BlueMotion, contra 2.098 l do modelo normal, uma diferença de 265 l.

A grande sacada é: se você quer realmente fazer parte da ação contra a poluição mundial, este será um pequeno e importante passo, afinal de contas, o Fox BlueMotion pode se tornar uma peça importante com relação ao investimento governamental voltado aos carros ecologicamente corretos. Mas, na ponta do lápis, a economia é relativamente baixa e o retorno não virá tão rápido. E na hora de revender, vai acabar saindo “elas por elas”.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!