Honda também considerou deixar a Austrália

Com vendas em queda naquele mercado, marca considera algumas opções para enfrentar a falta de lucratividade
Honda Civic Type R 2020

Honda Civic Type R 2020 | Imagem: Divulgação

Depois de a General Motors anunciar o encerramento de sua operação na Austrália com a marca Holden, outra montadora que está com futuro incerto por lá é a Honda. Em 2019, a marca viu suas vendas caírem 15% naquele país na comparação com o ano anterior. O mercado australiano caiu cerca de 7% na comparação entre os dois períodos.

Segundo o site Car Advice, a Honda estaria efetuando uma série de reuniões com sua rede de distribuidores na Austrália para resolver a situação. Alguns destes encontros estariam sendo realizados individualmente com os concessionários, enquanto também existem assembléias gerais.

Inicialmente a Honda trabalhava com três opções para sanar sua situação no mercado australiano. A primeira delas era inclusive encerrar completamente sua operação na Austrália, fechando cerca de 106 lojas daquele país. No entanto, a marca já informou em comunicado que tal opção foi descartada.

A segunda opção é a de reduzir o número atual de concessionários na Austrália, enquanto a terceira é entregar a operação da marca Honda por lá nas mãos de um importador independente, o que encareceria os veículos por lá. Hoje, são oferecidos na Austrália os Honda Fit, City, Civic (sedã e hatch), Accord, HR-V, CR-V, a minivan Odyssey e o esportivo NSX. A marca deverá dar uma posição final sobre sua situação na Austrália até o fim de março.

Honda HR-V 2020
Honda HR-V também é comercializado na Austrália
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!