Com sua ''Mega-Toro'', RAM vai inovar segmento de picapes médias no Brasil

Novidade estaria prevista para estrear em 2024 usando uma variante maior da plataforma da Fiat Toro e do Jeep Compass
RAM 2500 2020

RAM 2500 2020 | Imagem: Divulgação

No início de abril, surgiram os primeiros rumores de que a Stellantis já estaria trabalhando num projeto de picape média monobloco, usando a mesma plataforma Small Wide 4x4 empregada em modelos como a Fiat Toro e o Jeep Compass. A novidade será maior do que a representante da marca italiana e oferecida pela RAM, para competir com Chevrolet S10 e Toyota Hilux. Um importante diferencial da novidade, contudo, reside justamente no fato da estrutura monobloco, o que permite um rodar mais confortável e suave, enquanto as principais concorrentes locais contam com estrutura de carroceria sobre chassi. 

Até o momento, a informação que se tem é que a nova picape da Stellantis estaria programada para estrear em 2024. Informações obtidas pelos colegas do Autos Segredos, porém, revelaram que a engenharia da empresa já está trabalhando em ritmo acelerado para desenvolver a nova picape da RAM, que seria a primeira do segmento médio a não utilizar a construção tradicional de chassi por longarinas e carroceria separada.

Internamente, o projeto está sendo chamado de “291”, mas os funcionários da Stellantis já teriam apelidado a picape de “Torona”. De acordo com a publicação, a empresa já tem montados os primeiros protótipos do novo produto da RAM que, apesar de já estar com as dimensões finais, ainda usa a “casca” de uma Fiat Toro. Outra informação que surgiu a respeito da “mega-Toro” da RAM diz respeito a sua motorização. 

A novidade estaria sendo projetada para utilizar apenas propulsores turbodiesel, diferenciado-se assim da Fiat Toro, que tem opções flex. Ainda não se sabe exatamente qual será este motor, mas um dos candidatos é o 2.0 turbodiesel que será empregado na linha 2022 da própria Toro e do Compass, que será revisado para entregar mais de 200 cv e utilizará Arla 32 como os caminhões para reduzir as emissões. No entanto, a engenharia da Stellantis também estaria estudando outras opções de motores mais potentes.

RAM 2500 2020
Novidade seria a menor RAM do Brasil
Imagem: Divulgação