Nova geração do Jeep Grand Cherokee é adiantada por projeção

Tradicional utilitário esportivo da marca norte-americana deve crescer para ter sete lugares e adotar plataforma Alfa-Romeo
Projeção do site russo Kolesa para a nova geração do Jeep Grand Cherokee

Projeção do site russo Kolesa para a nova geração do Jeep Grand Cherokee | Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko

Enquanto a Fiat-Chrysler tem planos para um SUV de sete lugares específico para o Brasil e América do Sul, o Jeep Grand Cherokee deverá ganhar em breve uma nova geração nos EUA para atender a esse mercado que está cada vez mais concorrido por lá. A novidade seria uma resposta a modelos como Honda Pilot e Ford Explorer, por exemplo.

Com o desenvolvimento atrasado por conta da pandemia da Covid-19, a nova geração do Jeep Grand Cherokee segue em fase de testes e todas as imagens que existiam até agora a respeito da novidade eram flagras sob pesadas camuflagens. Mesmo assim, já era possível notar que o modelo é consideravelmente mais comprido que o Grand Cherokee atual, confirmando que ele deverá oferecer três fileiras de bancos.

Usando por base as fotos de flagrante, o site russo Kolesa se propôs a imaginar como ficaria a versão final da nova geração do Jeep Grand Cherokee. Mesmo mostrando pouco sob as camuflagens, ficou visível que o visual do modelo não traria uma grande ruptura em relação ao que é oferecido hoje.

Assim, a projeção mostra faróis levemente mais afilados, enquanto a tradicional grade de sete aletas tem detalhes mais trabalhados e está maior. Os piscas foram posicionados no para-choque, trabalhando em conjunto com uma linha plástica de contorno que reforça o visual robusto. Na traseira, o tema se repete. As lanternas continuarão sendo elevadas e afiladas, mas o designer optou por agregar um filete cromado ligando as peças para dar um ar mais novo.

Enquanto o visual não será tão diferente do visto hoje, a nova geração do Jeep Grand Cherokee passará por uma revolução maior na estrutura. Além de ficar mais comprido e oferecer sete lugares, o modelo abandonará a antiga arquitetura de origem Mercedes-Benz (dos tempos da parceria Daimler-Chrysler) para adotar a plataforma Giorgio da Alfa-Romeo, que já equipa o SUV Stelvio da marca italiana.

As motorizações ainda não foram confirmadas, mas a nova plataforma da Alfa-Romeo abre a possibilidade para a utilização de um propulsor 2.0 turbo de quatro cilindros que deve atender às configurações de entrada. O tradicional 3.6 V6 Pentastar deve continuar também, assim como uma opção a diesel. Enquanto não se sabe se esse novo Jeep Grand Cherokee utilizará ainda os poderosos V8 da Dodge, já é dado como certo na imprensa norte-americana que nova geração do SUV contará com ao menos uma versão híbrida plugável.

Projeção do site russo Kolesa para a nova geração do Jeep Grand Cherokee
Projeção do site russo Kolesa para a nova geração do Jeep Grand Cherokee
Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko
Assine a newsletter semanal do AUTOO!