Nova geração do Renault Logan é flagrada em testes na Europa

Nova geração do sedã da Renault ainda está sob pesadas camuflagens, mas já mostra elementos do visual da marca
Flagra da nova geração do Renault Logan em testes

Flagra da nova geração do Renault Logan em testes | Imagem: Carscoops

Enquanto o mercado brasileiro acabou de receber a profunda reestilização do Renault Duster, a Dacia já está realizando os testes para a nova geração do Logan na Europa, que deve originar também um novo Sandero por lá. A romena Dacia é a subsidiária de baixo custo da Renault que deu origem ao primeiro Logan.

A nova geração do sedan de entrada da Dacia, que deverá ser vendido no Brasil pela Renault como já vem sendo feito, foi flagrada em testes na Romênia pelo site Carscoops, em uma via próxima à fábrica da empresa nos arredores de Bucareste. Apesar de o modelo ainda estar sendo testado com pesadas camuflagens, já foi possível notar algumas coisas.

A primeira delas é que não havia tantos apêndices plásticos para esconder as formas do carro, indicando que a nova geração do Logan já está nas últimas fases de desenvolvimento com a carroceria definitiva. Também é possível ver que a grade terá as linhas horizontais cromadas, como já foi visto no novo Duster. Enquantos faróis parecem ter ficado ligeiramente menores, as lanternas mantiveram o formato quadrado do Logan atual.

Flagra da nova geração do Renault Logan em testes
Flagra da nova geração do Renault Logan em testes
Imagem: Carscoops

A nova geração do Logan deverá usar a plataforma CMF-B do Grupo Renault, também utilizada pelo Clio Europeu, mas é provável que será simplificada. Uma das vantagens dessa nova arquitetura é que ela dá suporte à opções de motorização híbrida, seja ela convencional, plugável ou leve. No início do ano, a Renault apresentou o Clio E-Tech, um híbrido plugável que pode oferecer até 50 km de autonomia puramente elétrica. É possível que essa seja uma opção para a nova geração do sedã também.

Se, de fato, o Logan migrar para a plataforma CMF-B, sua produção no Brasil pode seguir garantida. Em profunda reestruturação no mundo, a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi já deixou claro que somente produzirá modelos com base nessa arquitetura daqui em diante. 

Apesar da mudança, o novo Logan aparenta ter mantido as mesmas proporções do sedã atual.

A previsão inicial era a de que a Dacia apresentaria o novo Logan no Salão do Automóvel de Paris, em outubro deste ano, junto ao novo Sandero, a versão hatch da novidade. A tradicional mostra francesa, entretanto, não ocorrerá no formato tradicional devido à pandemia da Covid-19. A data de estreia dos modelos, contudo, deverá continuar por volta do mês em questão muito provavelmente em formato digital. 

Projeção de Nikita Chuyko para a próxima geração do Renault Logan
Projeção de Nikita Chuyko para a próxima geração do Renault Logan
Imagem: Kolesa/Nikita Chuyko
Assine a newsletter semanal do AUTOO!