Novidades para 2021: Jeep terá modelo nacional com 7 lugares e Fiat prepara dois SUVs

Executivo da Fiat Chrysler confirma também o início de produção dos novos motores turbo para a gama nacional
Jeep

Jeep | Imagem: Divulgação

Entrevista muito interessante no formato live foi realizada pelo canal Carro Esporte Clube no último sábado (2).

No vídeo em questão, Ricardo Dilser, executivo da área de comunicação da Fiat Chrysler, aborda alguns pontos importantes na estratégia de curto prazo da fabricante para o país.

Na época do anúncio dos investimentos para atualizar sua fábrica de motores em Betim (MG), a Fiat Chrysler já havia confirmado o início da produção dos novos propulsores GSE Turbo no segundo semestre deste ano. Na live do último sábado, contudo, Dilser detalhou com maior profundidade o cronograma de lançamento dos novos motores.

Segundo o executivo, a família GSE Turbo entra na linha de produção a partir de outubro, sendo que os novos motores (1.0 tricilíndrico e 1.3 com 4 cilindros) serão aplicados tanto em modelos da Fiat como da Jeep a partir de 2021. Chamados, respectivamente, de T3 e T4, esses propulsores ainda estão sendo calibrados para o nosso combustível e serão flex, outro dado relevante apontado na entrevista. Justamente por ainda estarem em uma etapa de desenvolvimento, os dados definitivos de potência e torque do motores ainda não foram antecipados durante a live.

Dilser faz questão de frisar que eles serão os “melhores motores turbo de baixa cilindrada do mercado”. De fato podemos esperar um elevada eficiência desses propulsores uma vez que, além da sobrealimentação e da injeção direta, eles também serão equipados com a quinta geração do sistema MultiAir. O recurso permite controlar não só o tempo, mas também o curso de abertura das válvulas de admissão, aprimorando todo o processo de queima do combustível.

Em paralelo, Dilser também revela que existe a possibilidade do propulsor E4 sair do papel. O motor em questão será um derivado do T4 e se difere dos irmãos por “elevar os motores a etanol a um outro patamar de aproveitamento energético”, antecipou a fabricante na época da apresentação dos investimentos para a gama GSE Turbo em Betim (MG). De acordo com o executivo da FCA, o E4, ao contrário do que acreditávamos, também poderá operar com gasolina. Mais detalhes, entretanto, devem ser revelados posteriormente.

Próximos SUVs

Na live promovida pelo Carro Esporte Clube, Dilser reiterou que a FCA terá a estreia de duas importantes novidades para a marca Fiat em 2021 e mais um SUV para a Jeep também no próximo ano. No caso da Jeep, trata-se do inédito modelo 7 lugares que será produzido em Goiana (PE) ao lado de Renegade e Compass. Ao contrário de algumas notícias equivocadas que surgiram recentemente na internet, o terceiro SUV nacional da Jeep terá porte “bem maior que o Compass”, esclareceu Dilser, além de visual próprio dentro do portfólio brasileiro da Jeep, portanto não se trata de uma variante “esticada” do atual SUV médio pernambucano.

Para a Fiat, por sua vez, estão programados dois novos SUVs que serão produzidos em Betim (MG) a partir do ano que vem sobre a mesma plataforma modular (MP) que sustenta os projetos de Argo, Cronos (MPS) e a nova Strada (MPP). Esses SUVs já deverão contar com os novos motores turbo mais avançados, embora o executivo da FCA pondere que os propulsores da família E.torQ também poderão ser usados pelo custo-benefício mais competitivo que apresentam.

De acordo com informações de bastidores, um desses SUVs deve ser o modelo de tamanho compacto hoje conhecido como projeto 363. Baseado no Argo, ele deverá seguir a receita do Volkswagen Nivus e focar especialmente em um público urbano.

Por fim, Ricardo Dilser também adianta que o lançamento oficial da nova Strada 2021 deverá ocorrer em junho ou julho. Até então agendado para o começo de abril, a estreia precisou ser remanejada devido ao avanço do novo coronavírus pelo Brasil e demais países vizinhos. A pandemia pode ter atrasado o desenvolvimento dos futuros modelos da FCA no Brasil em torno de três a quatro meses, porém nenhum deles está cancelado, o que por si só já é uma ótima notícia.

Projeção artística para o futuro crossover compacto da Fiat
Projeção artística para o futuro crossover compacto da Fiat
Imagem: Kleber Silva

Tags