Questionado pelo público e com as vendas em baixa nos Estados Unidos, o CR-V precisa mudar, em especial para o mercado norte-americano onde a concorrência no segmento é enorme. E a Honda não está parada no ponto. Não é nenhuma novidade que a divisão americana da marca prepara modificações visuais e mecânicas para o modelo que um dia já esteve no top 10 de vendas do país que mais compra automóveis no mundo.

O flagra da vez, publicado pelo Autoblog.com, mostra com mais detalhes algumas das modificações no crossover. Nota-se um sobressalto na traseira, que perdeu parte da curvatura da linha anterior. A impressão que se tem é a de o carro ter crescido, mas apenas naquele ponto. A parte frontal também receberá mudanças, que, dada o tamanho do disfarce, devem ser significativas. Porém, apesar das alterações, ainda não se trata de uma nova geração.

Honda CR-V 2012
Reprodução/Autoblog.com

As principais mudanças visuais no CR-V 2012 estarão na parte traseira

Os americanos também reclamaram do alto consumo do CR-V, que por lá tem o motor 2.4 16V a gasolina. Segundo a publicação, a Honda prepara soluções para deixar o propulsor mais eficiente. Seu lançamento nos EUA é aguardado para o último trimestre de 2011.

E no Brasil?

O CR-V à venda nos Estados Unidos tem parte de sua produção nacional e outra parte vem do Japão. O mesmo modelo disponível no Brasil, entretanto, é fabricado no México. Por conta disso, o facelift do modelo genuinamente norte-americano ainda não deve passar para o primo “chicano” de imediato por questões de logísticas e de mercado. Por aqui, e em outros mercados, o crossover da Honda ainda está de acordo. Segundo apurou o AUTOO, a versão reestilizada do veículo deve desembarcar no mercado brasileiro somente após a segunda metade de 2012.

Thiago Vinholes

|