Novo Série 3 estreia na Europa; Brasil, por enquanto, não montará o sedã

Modelo mais vendido da marca será o destaque do Salão de Paris
BMW Série 3 2019

BMW Série 3 2019 | Imagem: Divulgação

Considerado um “porta-voz” da marca, o BMW Série 3 acaba de ter a sua nova geração antecipada pela marca. Será a sétima evolução na linhagem do modelo, que já completa mais de 40 anos de história.

Segundo o comunidado da BMW, a apresentação da sétima geração do Série 3 ocorrerá no Salão de Paris, porém o início das vendas estão previstas para março de 2019. Um detalhe importante revelado pela matriz alemã logo nos salta aos olhos. A companhia adiantou que o Série 3 em sua nova geração será produzido apenas na Alemanha, China e México e não faz qualquer menção à fábrica brasileira de Araquari (SC), onde o Série 3 atual é montado desde 2014.

O Autoo questionou a subsidiária da marca em nosso país sobre a nova estratégia e foi informado que, de fato, a partir de sua sétima geração o Série 3 voltará a ser importado ao Brasil, ao que tudo indica do México. “A produção local será decidida com base no número de vendas e no feedback do mercado”, declarou a BMW. “Sobre Araquari, um dos pilares do BMW Group globalmente é a flexibilidade de produção. Isso significa que é possível incluir novos modelos na linha em Araquari e exportar para qualquer região do mundo, mantendo o padrão de excelência do BMW Group”, acrescenta.

De qualquer forma, o novo Série 3 apresenta algumas evoluções bem interessantes. Começando pela carroceria, o sedã registrou um bom ganho na maioria de suas medidas. O comprimento, por exemplo, passa para 4,70 m, um ganho de 85 cm. A largura ficou em 1,82 m (+16 mm) e a altura ganhou apenas 1 mm, atingindo 1,44 m. O entre-eixos aumentou consideráveis 41 mm, registrando 2,85 m na sétima geração do sedã, o que deverá resultar em um espaço ainda mais generoso para os ocupantes do banco traseiro.

Para melhorar o comportamento dinâmico do Série 3, a BMW aumentou as bitolas dianteira e traseira, o que também favoreceu o design do sedã. Na parte frontal, o modelo conta com tradicional grade frontal no formato duplo rim com um tamanho mais destacado, bem como o para-choque está mais trabalhado e realça a esportividade do modelo. A traseira buscou formas mais horizontais para as lanternas, que contam com iluminação em LED.

Por falar em iluminação, um recurso interessante para a nova geração do Série 3 é o BMW Laserlight, que utiliza iluminação a laser para os faróis, o que evita o ofuscamento para os motoristas em sentido inverso. Outra facilidade do novo Série 3 será o BMW Digital Key, que permite o acesso ao carro e a partida apenas com o smartphone.

No geral, o novo BMW Série 3 é 55 quilos mais leve que o seu antecessor, dependendo da versão e dos equipamentos embarcados. O novo sedã também possui um baixo centro de gravidade e mantém a distribuição equilibrada do peso entre os eixos dianteiro e traseiro (50:50), enquanto a rigidez estrutural da carroceria e o arranjo dos componentes da suspensão foram significativamente aprimorados. A aerodinâmica otimizada do veículo contribuiu para a redução do coeficiente de arrasto do carro para 0,23. O porta-malas do sedã, por sua vez, agora acomoda 480 litros de bagagens.

Na parte interna, o novo Série 3 também deu um salto considerável. Estão presentes na cabine o novo head-up display e o BMW Professional Cockpit, que mescla o painel de instrumentos digital com tela de 12,3” e a central de infoentretenimento do veículo com uma tela de 10,25”. O modelo também contará com o Assistente Pessoal Inteligente BMW (Intelligent Personal Assistant), que responde ao comando "Hey BMW" e é capaz de explicar todos os tipos de funções do carro e fornecer informações sobre o status atual do veículo. 

Dentre os assistentes de condução, o novo Série 3 terá uma ampla lista de recursos, entre eles os alertas de colisão e pedestre (Collision and Pedestrian Warning) e a função City Braking de frenagem autônoma de emergência. Entre os opcionais, figuram o controle ativo de velocidade de cruzeiro (Active Cruise Control) com Função Stop & Go, assistente de condução com aviso de saída de faixa (Driving Assistant with Lane Departure Warning), alerta de mudança de faixa, prevenção de colisão traseira (Lane Changing Warning, Rear Collision Prevention) e alerta de tráfego cruzado (Cross-Traffic Alert).

Além do sensor de estacionamento e da câmera de ré, o BMW Série 3 de sétima geração recebe a mais recente versão do assistente de estacionamento, que atua não só na direção como também é capaz de acelerar, frear e controlar o câmbio. Outro recurso muito interessante para facilitar a vida do motorista é o Reversing Assistant (assistente de reversão). Na necessidade de retornar em marcha a ré, o sistema é capaz de retroceder o veículo pelos últimos 50 metros percorridos de forma automática. O condutor precisa apenas operar o acelerador e os freios e controlar tudo o que se passa ao redor do automóvel.

No quesito de propulsão, o novo Série 3 contará com um propulsor 2.0 turbo para as versões 320i (184 cv) e 330i (258 cv). Também estão nos planos uma variante híbrida do novo Série 3, bem como, provavelmente ao longo de 2019, a BMW apresente a nova geração do M3, configuração mais esportiva do modelo. 

A nova geração do Série 3 deverá chegar ao Brasil a partir do segundo trimestre de 2019.