O Subaru Forester é o modelo mais vendido da marca aqui no Brasil e estreia, até o fim deste mês, mudanças relevantes.

Trata-se da chegada da 5ª geração do SUV ao país, estreando alterações bem profundas em um dos automóveis mais consagrados da fabricante.

Apesar do visual que remete ao modelo anterior, não se engane: o Forester 2020 agora é baseado sobre a nova plataforma SGP (Subaru Global Platform), que trouxe ganhos relevantes ao veículo.

Começando pela segurança, a SGP proporciona à estrutura do novo Forester três pontos de dissipação de energia no caso de colisões, o que aprimora a deformação do veículo e protege de uma maneira mais eficaz os passageiros. A geração anterior contava com dois pontos de dissipação. O ganho em rigidez torcional também foi considerável e facilmente constatado em nosso primeiro contato com o modelo. Ao simular uma manobra de pêndulo – em que o carro fica com uma roda suspensa e a carroceria sofre maior torção – é possível abrir e fechar todas as portas e a tampa do porta-malas sem qualquer dificuldade durante o exercício. Ponto positivo para a nova arquitetura que permeia o projeto do Forester.

Além disso, o Forester também cresceu em comprimento, atingindo 4.625 mm (+30 mm), bem como na largura, totalizando 1.815 mm (+20 mm). O ganho no entre-eixos, que agora é de 2.670 mm (+30 mm), também representou um bom ganho para o espaço das pernas dos ocupantes do banco traseiro. Em termos de praticidade, o porta-malas ganhou 15 litros, oferecendo agora um volume total de elogiáveis 520 litros. O compartimento conta agora com piso plano e o mecanismo de abertura elétrica da tampa do porta-malas tornou-se mais sofisticado. Agora ele passa a ser integrado nos amortecedores e conta com abertura e fechamento mais rápidos, uma solicitação de seus clientes, explica a Subaru.

Seguindo na parte técnica e mecânica, os importadores da Subaru ao Brasil optaram por trazer o modelo na 5ª geração apenas com motorização 2.0 aspirada. O propulsor com seus 4 cilindros contrapostos foi praticamente todo revisto e conta com 80% das peças redesenhadas, explica a Subaru. Com isso, ele tornou-se 12 kg mais leve que o motor usado anteriormente pelo modelo e entrega 156 cv e 20 kgfm de torque, aceitando apenas gasolina. Dotado de injeção direta, a eficiência energética do modelo foi aprimorada e passou de 2,17 MJ/km do Forester anterior para 2,04 MJ/km. Até o momento a marca não informou os números de consumo oficiais, mas graças também à inclusão do start-stop podemos esperar números bem aceitáveis. 

Nos EUA, o Forester conta com motor 2.5 de 184 cv e não há perspectiva da retomada de configurações turbo para a nova geração do Forester.

O câmbio também é novo, agora uma caixa automática CVT de 7 marchas virtuais que é 7,8 kg mais leve do que a transmissão anterior. De acordo com a Subaru, foi ampliado o alcance das relações de marcha para melhorar o desempenho e a eficiência no consumo de combustível.

 
 
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
Subaru Forester 2020
Subaru Forester 2020
 
 

Claro que não poderia faltar no Subaru Forester 2020 o consagrado sistema de tração integral simétrica, que agora traz um seletor rotativo para o sistema X-Mode. Por meio dele, é possível escolher entre os modos Snow/Dirt (terra, areia ou cascalho) ou Deep Snow/Mud (lama ou barro). O modo Deep interrompe o controle de tração, enquanto o controle de torque da ECU permite que o motor entregue rapidamente mais força para superar pisos não pavimentados de baixa aderência. O modelo também conta com o Controle de Descida em Declives (Hill Descent Control).

Em sua quinta geração, o Forester também traz o Subaru Intelligent Drive (SI-Drive), que permite ao motorista selecionar as características de condução do veículo nos modos Intelligent, que evidencia o conforto e a economia de combustível, e Sport, com respostas mais ágeis.

Na parte interna o novo Forester também recebeu aprimoramentos relevantes. O primeiro deles diz respeito à nova central multimídia, que oferece tela de 8” e suporte ao Apple CarPlay e Android Auto. Ela opera em conjunto com um sistema de som avançado da Harman/Kardon, que entrega a ótima qualidade sonora esperada de uma marca com ampla reputação no segmento. Interessante também é uma câmera que a Subaru posicionou no retrovisor direito e que auxilia a visualizar a guia da calçada e a lateral do carro, facilitando bastante as manobras. O modelo ainda conta com teto solar panorâmico e regulagens elétricas para o banco do motorista, bem como revestimento interno de couro. O SUV ainda oferece faróis full-LED direcionais, bem como iluminação diurna. 

Depois do XV, é a vez do Forester também receber o pacote de tecnologias EyeSight aqui no Brasil. Ele é baseado em duas câmeras estéreo e agrega recursos importantes para evitar acidentes e garantir a integridade dos passageiros, tais como: alerta de colisão com frenagem automática de emergência, controle adaptativo de velocidade, gerenciamento de aceleração pré-colisão, aviso de mudança involuntária de faixa, alerta de zigue-zague na pista, frenagem automática traseira, entre outros. A Subaru explica que, segundo uma pesquisa baseada em dados coletados pela Japan’s Institute for Traffic Accident Research and Data Analysis, indicam que em um universo de 10.000 ocorrências, os modelos equipados com o sistema EyeSight tiveram 61% menos acidentes resultando em ferimentos ou mortes, quando comparado com veículos que não possuem essa tecnologia.

O Subaru Forester 2020 ainda chega ao Brasil dotado de faróis direcionais, alerta de tráfego cruzado e detector de pontos cegos.

A novidade vai partir de R$ 159.990 no Brasil, sendo que o pacote EyeSight será oferecido como um opcional, elevando o valor do modelo para R$ 169.990, um investimento que vale muito a pena, pelo menos na nossa opinião por todo o ganho em segurança que traz ao SUV. Considerando tudo o que traz em termos de tecnologia e mecânica, o preço da nova geração do Subaru Forester no Brasil está bem competitivo. Sem dúvida é um modelo que, para quem considera muito importante a robustez mecânica e um maior refino no comportamento dinâmico, vale muito a pena conhecer.

 
César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/