VW Polo ''pelado'' deve matar Gol, Fox e up!

Nova versão de entrada do hatch da Volkswagen é confirmado por chefão e deve acabar com os carros baratos da marca
Projeção de Kleber Silva antecipando o inédito Polo Track que pode ser produzido em Taubaté (SP)

Projeção de Kleber Silva antecipando o inédito Polo Track que pode ser produzido em Taubaté (SP) | Imagem: Kleber Silva

Com futuro incerto, os Volkswagen Gol, Fox e up! podem estar por um fio no mercado brasileiro. O último, inclusive, pode sair de linha já em 2021 junto com a chegada do SUV Taos. Enquanto a marca não falava muito sobre os destinos de seus carros de entrada, já existiam rumores de que uma versão simplificada do Polo 1.0 deveria cumprir tal função na linha da VW.

Agora, o que era um rumor se tornou realidade. Alexander Seitz, diretor financeiro global da VW, afirmou que haverá “um novo modelo de entrada na região (da América Latina), o Polo Track”. A fala foi feita durante uma apresentação do executivo a investidores, onde mostrou alguns passos sobre um programa de reestruturação que almeja elevar os índices de nacionalização dos componentes usados na fabricação e reduzir os turnos de produção.

Projeção de Kleber Silva antecipando o inédito Polo Track que pode ser produzido em Taubaté (SP)
Projeção de Kleber Silva para o Polo Track 
Imagem: Kleber Silva

Segundo já havia revelado o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté (SP), a fábrica da VW no interior paulista deverá ser equipada para construir a plataforma MQB usada pelo Polo, e a nova versão de entrada Track, que ficaria abaixo do atual Polo 1.0 MPI, deverá ser fabricada por lá. Com isso, a marca estaria preparada para a futura legislação, que exigirá controle de estabilidade de série em todos os carros 0 km nacionais a partir de 2024. A obrigação governamental deverá tirar de linha o Gol e o Fox atuais. 

Como o VW Polo 1.0 MPI oferecido hoje pela empresa custa R$ 63.490 e já tem uma lista de equipamentos enxuta, fica o mistério de como a marca fará para simplificá-lo e torná-lo mais barato na versão Track. Uma das possibilidades é aproveitar que o hatch deverá passar pelo primeiro facelift da atual geração até o ano que vem e permanecer com o visual antigo na versão de entrada.

Grande destaque do Polo Sense (acima) era a presença do motor 1.0 TSI
Polo 1.0 básico já tem é bem enxuto de equipamentos
Imagem: Divulgação