R8 GT Spyder chega por R$ 1,2 milhão

Superesportivo tem produção limitada de 333 unidades e somente duas serão vendidas no mercado brasileiro

Audi R8 GT Spyder | Imagem: Audi

O superesportivo Audi R8 GT Spyder já está à venda no Brasil, com preço de R$ 1,2 milhão. O conversível é o modelo mais caro da marca à venda no País, onde terá apenas duas unidades disponíveis. Para garantir exclusividade aos clientes da marca, apenas 333 veículos foram produzidos e cada um traz o número individual de produção como um emblema na alavanca de câmbio.
 
O conversível poderá ser visto pela primeira vez no Brasil na 12ª edição do Congresso Fenabrave, que começa nesta quinta (16)  em São Paulo, e vai até sábado (18).

Mais veloz da Audi

O conversível tem clara inspiração nas pistas de corrida e tem sob o capô o motor 5.2 FSI, de 10 cilindros em V e 5.204 cm³, que desenvolve 560 cv a 8.000 rpm. O Audi R8 GT Spyder acelera da imobilidade aos 100 km/h em apenas 3,8 segundos e atinge a velocidade máxima de 317 km/h. É considerado o conversível mais veloz da marca.

O superesportivo sai de fábrica com o câmbio R tronic de seis velocidades, sistema de transmissão automatizado com troca automática ou manual, por meio de shift paddles no volante ou da alavanca de câmbio.
 
Também merece destaque o controle de saída (launchcontrol), que, juntamente com o controle de tração quattro, garante o ponto certo do motor para uma arrancada mais rápida. O sistema de tração integral concentra a força no eixo traseiro, mas, caso seja necessário, envia força extra para o eixo dianteiro. Em conjunto com o diferencial traseiro, providencia tração, estabilidade e melhor rolagem para o R8 GT Spyder.

A suspensão esportiva também foi desenvolvida visando o alto desempenho, com barras de alumínio em forma de triângulo, proporcionando direção muito mais sensível ao carro. O modelo vem equipado com sistema eletrônico de estabilização ESP, que trata de manter o R8 GT Spyder na rota, mas pode ser desligado de acordo com a preferência do condutor.

Graças à nova tecnologia de redução de peso, o carro ficou 100 kg mais leve que a versão convencional e pesa somente 1.715 kg. O  modelo usa o método de construção Audi Space Frame (ASF), com alumínio e magnésio, além de ter peças em plástico reforçado com fibra de carbono. Os leves traços finos traseiros, o difusor e a asa na parte de trás, assim como o spoiler dianteiro e os frisos são fabricados com esse material extremamente forte.

Veja mais: Audi R8 GT e a arte de superar os 300 km/h
 
Outros componentes construídos com componentes de baixo peso são o acabamento das soleiras das portas iluminadas em fibra de carbono, o compartimento do motor, a capa do espelho retrovisor externo (em fibra de carbono fosco), além da base do espelho (em alumínio). Com visual extremamente esportivo, o veículo tem 4,43 metros de comprimento, 1,93 metro de largura e 1,24 metro de altura, com distância entre os eixos de 2,65 metros.
 
As rodas de liga leve de 19 polegadas, com pneus de alta performance (8,5 JX19 235/35 na dianteira e  11JX19 305/30 na traseira) têm design em Y e cinco raios duplos. Os freios em carbono e cerâmica oferecem segurança e ótimas taxas de desaceleração.
 
O spoiler frontal na cor do veículo, com frisos laterais em carbono fosco, foi redesenhado. Os faróis são de LED, com sistema de limpador. Na traseira, também há lanternas com LED, além do aerofólio traseiro fixo e do difusor em carbono fosco, inspirados no automobilismo.  

 
Interior e equipamentos
 
Os bancos são esportivos e opcionalmente podem ser do tipo concha de corrida. O acabamento tem costura contrastante e estofamento em couro, com duas opções de combinação de cores para os assentos – preto e vermelho e preto com cinza titânio. Mas a esportividade não deixou o conforto e a tecnologia de lado. Os bancos dianteiros contam com aquecimento e regulagem elétrica, inclusive para o apoio lombar.
 
O esportivo tem computador de bordo com marcador de temperatura, ar-condicionado automático e o porta-malas dianteiro tem capacidade para levar até 100 litros.
 
Para a segurança, o conversível vem equipado com airbags frontais e laterais dianteiros, cintos de segurança com sensor de afivelamento no banco do motorista e assistente de partida em aclives. Completam o pacote os sensores de estacionamento traseiro e dianteiro com gráfico, o controle de cruzeiro e o travamento central com controle remoto à distância.
 
Os sistemas de informação e entretenimento do superesportivo incluem Audi Music Interface, Rádio Concert e sistema de som Bang & Olufsen, com bluetooth e microfones espalhados pela cabine para que o motorista possa efetuar ligações sem pegar o celular. O conversível é produzido nas cores cinza Suzuka, azul Esfera, preto Fantasma e branco Geleira.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!