Se deram mal: estes foram os carros menos vendidos de 2020

Em um ano de quedas nos emplacamentos, alguns carros performaram abaixo da média e são os últimos de suas categorias
Citroën C3 2020

Citroën C3 2020 | Imagem: Divulgação

O ano de 2020 foi severamente afetado pelas consequências da pandemia. Por conta dela, os emplacamentos de carros 0km ficaram abaixo de 2 milhões de unidades. No entanto, alguns pontos positivos surgiram, como as boas performances de lançamentos tais quais Chevrolet Tracker, Volkswagen Nivus e Fiat Strada.

Enquanto o ano passado não foi positivo para todos, alguns modelos performaram abaixo da média. Selecionamos aqui alguns dos carros que ficaram na última posição em vendas de suas respectivas categorias em 2020, segundo os dados de emplacamentos da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). 

Ficaram de fora os segmentos com poucos modelos e alguns carros enquadrados em segmentos populares, mas de marcas premium e com preço elevado, o que naturalmente afeta as vendas. Modelos fora de linha que porventura foram emplacados no ano passado também não entraram na conta.

Veja os carros que menos venderam em 2020

Veículos de entrada

Volkswagen up! 2021
Volkswagen up! 2021
Imagem: Divulgação

Na categoria que compreende os carros mais acessíveis do Brasil, o líder foi o Volkswagen Gol, que emplacou 71.151 unidades ao longo do ano passado. Na outra ponta da tabela ficou outro modelo da marca, o up!, que teve apenas 6.924 unidades comercializadas no período.

Hatch pequeno

Citroën C3 2020
Citroën C3 2020
Imagem: Divulgação

Subindo um degrau na hierarquia, o segmento dos hatches pequenos teve como líder em 2020 o Chevrolet Onix, que emplacou nada menos que 135.351 unidades. Porém, o último colocado da categoria ficou bem longe. Ao longo do ano passado inteiro, o Citröen C3 teve apenas 968 unidades comercializadas. O modelo pode estar prestes a sair de linha e há rumores de que a marca deixou de fabricá-lo no final de 2020.

Sedã pequeno

Toyota Etios Sedã 2021
Toyota Etios Sedã 2021
Imagem: Divulgação

A categoria de entrada dos modelos de três volumes teve como líder no ano passado o Ford Ka Sedan, com 25.743 carros vendidos. Enquanto o feito não deve se repetir após a marca fechar suas fábricas no Brasil, o Toyota Etios Sedan foi o último colocado desse segmento, com apenas 5.308 unidades comercializadas. Também há rumores de que a marca deixará a  linha Etios para trás em favor do novo Corolla Cross.

Sedã médio

Citroën C4 Lounge 2019
Citroën C4 Lounge
Imagem: Divulgação

Aqui não tem muito segredo, são poucos os que não sabem que o Toyota Corolla foi o sedã médio mais vendido de 2020. Enquanto o modelo emplacou 41.072 unidades no ano passado, representando quase metade de toda a categoria, o mesmo não pode ser dito do Citroën C4 Lounge. O sedã da francesa teve apenas 430 unidades comercializadas no passado e, aparentemente, a marca nem o importa mais para o Brasil.

SUVs

Peugeot 3008 2018
Peugeot 3008
Imagem: Divulgação

A categoria mais movimentada de 2020, seja em lançamentos ou em vendas, teve como modelo mais vendido o Volkswagen T-Cross, com 60.119 emplacamentos. Na outra ponta da tabela, porém, aparece mais um francês: o Peugeot 3008, que teve somente 1.129 unidades comercializadas no ano passado.

Picapes

Effa V22 2020
Effa V22 2020
Imagem: Divulgação

Mais uma categoria que não exige muito raciocínio para descobrir quem é a líder. A Fiat Strada trocou de geração no ano passado e viu suas vendas crescerem, acumulando 80.030 emplacamentos no período. Bem longe, lá no último lugar, aparece um modelo de uma marca que provavelmente você nem lembrava mais que existia: a Effa V22 teve apenas 114 unidades vendidas em 2020.