Qualquer empresa, naturalmente, busca entregar o que seus clientes demandam. Se o público hoje consome de forma voraz SUVs e picapes, é natural que as montadoras centrem sua atenção nesses carros, começando a deixar de lado até hatches e sedans de lado.

Falar em conversíveis, stations wagons ou cupês então parece algo que vai perder cada vez mais o sentido, mesmo em mercados onde esses três tipos de carroceria sempre tiveram ótima aceitação como é o caso da Europa.

É um alento ver que, no Brasil, a Honda ainda nos brinda com a importação do Civic Si, um cupê verdadeiramente esportivo e que entrega várias qualidades apreciadas por quem gosta de dirigir. Com um volume de vendas que sequer entra nas estatísticas, o Civic Si, ao contrário do mercado norte-americano onde é um carro mais acessível dentro da realidade dos países de lá, por aqui cabe ao Civic Si servir como o “carro de imagem” como se diz no jargão do marketing.

Com isso em mente, a Honda não está nem um pouco preocupada em fazer do Civic Si um carro barato por aqui ou brigar por vendas, tanto é que tabela seu cupê por aqui a R$ 162.900. Tudo bem que o valor até que lhe dá direito a um bom pacote de equipamentos, com destaque para os controles de estabilidade e tração, 6 airbags, câmera de ré, teto solar, faróis full-LED, chave presencial e uma central multimídia completa com tela de 7". Um concorrente em especial do Civic Si, contudo, entrega uma lista ainda mais competitiva como vamos ver mais para frente. 

Por esse valor, encontramos sob o capô do Civic Si o mesmo motor 1.5 turbo presente no sedan em sua versão Touring, porém com a potência e torque elevados para 208 cv e 26,5 kgfm, respectivamente. Em conjunto com um câmbio manual de 6 marchas que merece aplausos pela precisão e rapidez dos engates, um traço típico de um carro esportivo, o Civic Si consegue alcançar 100 km/h em cerca de 7 segundos e supera os 230 km/h de velocidade máxima, valores que garantem um desempenho mais do que animador para o cupê. Claro que essa não é a ideia do Civic Si, mas se você não quiser gastar muito combustível e dirigir sem exagerar muito do propulsor, ele vai alcançar médias de 11,2 km/l na cidade e 13,7 km/l na estrada, sempre com gasolina, único combustível aceito por ele. São médias também mais do que aceitáveis.

 

 O interessante do Civic Si é que ele exala esportividade. Seja pelas formas bem arrojadas da carroceria, em especial na parte traseira com o escapamento central cromado, e o porte bem acertado do modelo como um todo, quando entramos no modelo também encontramos uma cabine totalmente orientada para o motorista, bancos com um ótimo suporte para o corpo além de volante e alavanca do câmbio milimetramente calculados para se encaixarem ao alcance exato das mãos, um cuidado que sempre encontramos nos carros japoneses concebidos com esse tipo de proposta.

Com generosas (e bonitas) rodas aro 18” e suspensão multibraço no eixo traseiro, o Civic Si também traz um acerto muito condizente com a sua proposta para a direção, que é bem rápida e leve, e os freios, que transmitem a sensação de segurança esperada para um carro de performance mais elevada ao responderem ao mínimo movimento do pé direito em contato com o pedal.

Existe um modo Sport que pode ser acionado por meio de um botão dedicado ao lado do câmbio, mas o Civic Si já é um carro tão bem projetado que você raramente vai sentir falta ou se lembrar de acionar o recurso, que regula as respostas de suspensão, motor, entre outros, tornando o Civic Si um carro ainda mais arisco nas respostas.

Um traço muito peculiar do Civic Si, já que abordamos o consumo nos parágrafos anteriores, é que o modelo não é uma máquina feita pensando só no desempenho – e talvez isso explique porque ele é um modelo tão aclamado em vários mercados. Com 4,52 m de comprimento e 2,70 m de entre-eixos, sobra um bom espaço interno na cabine do Honda, bem como um porta-malas aceitável, que pode abrigar 334 litros de bagagem.

Claro que você terá que lidar com uma embreagem não muito suave, como ocorre com grande parte dos esportivos com câmbio manual, mas o Civic Si quando roda tranquilamente na cidade também surpreende pela disposição com que encara tarefas cotidianas como ir ao mercado ou buscar as crianças na escola. Em sua geração atual, o Civic Si harmonizou muito bem a proposta mais radical, vamos dizer assim, da oitava geração quando era oferecido aqui na carroceria sedan, com o comportamento suave da nona geração importada do Canadá e que estava longe de ser uma unanimidade aqui no Brasil por ter se rendido demais à predileção dos norte-americanos por conforto.

O acesso ao banco traseiro do Civic Si atual não é fácil, mas fica aqui um desconto em nome do belo estilo cupê, que faz muita gente virar a cabeça para admirar um pouquinho o modelo. Por vender pouco – de janeiro a novembro de 2018 foram emplacados apenas 43 Civic Si no Brasil – o Honda ainda conta com um certo caráter exclusivo por aqui.

O Civic Si não é um modelo desconfortável, mas muitas horas nos engarrafamentos em uma cidade como São Paulo, por mais que você seja fã de carro manual, às vezes nos deixam com saudade do conforto do câmbio automático presente no Civic Touring.

Por falar em câmbio automático, talvez o modelo que mais faça frente ao Civic Si por aqui é o Volkswagen Golf GTI, o qual, ao contrário do Honda, aposta em uma transmissão de dupla embreagem com 6 marchas para entregar um desempenho tão empolgante quanto o Honda.

Em modelos puramente emocionais como o Civic Si e o Golf GTI, falar em custo-benefício parece um assunto em segundo plano, mas é inegável que o VW é um modelo mais vantajoso sob esse aspecto. Hoje montado em São José dos Pinhais (PR), o VW chega ao mercado partindo de R$ 149.290. Se você acrescentar o “Pacote Premium GTI”, que eleva o preço do Golf para R$ 158.840, portanto ainda mais barato que o Civic Si, o hatch médio acrescenta recursos como o piloto automático adaptativo, assistente de estacionamento, alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, entre outros importantes assistentes de condução ausentes no Honda. Com o teto solar panorâmico, o Golf GTI salta para R$ 163.825.

Fato é que Golf GTI e Civic Si protagonizam, cada um a seu modo, duas escolas distintas na arte de desenvolver carros esportivos. Se você prefere um modelo “raiz”, com direito a um excelente câmbio manual, estilo envolvente e foco no comportamento dinâmico, terá no Honda Civic Si um excelente automóvel para chamar de seu.

 
 
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
Honda Civic Si 2018
Honda Civic Si 2018
 
 

Ficha técnica

Honda Civic Si 2018 1.5 16V gasolina manual 4p
Preço R$ 162.900 (03/2019)
Categoria Esportivo médio
Motor 4 cilindros, 1498 cm³
Potência 208 cv a 5700 rpm (gasolina)
Torque 26,5 kgfm a 2100 rpm
Dimensões Comprimento 4,522 m, largura 1,799 m, altura 1,421 m, entreeixos 2,7 m
Peso em ordem de marcha 1321 kg
Tanque de combustível 46 litros
Porta-malas 334 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/