Toyota Prius, primeiro carro híbrido do mundo, completa 15 anos

Mais de 3,2 milhões de unidades foram vendidas no mundo desde sua estreia, em 1997.

A linha atual do Prius estreou em 2009 | Imagem: Toyota

O Toyota Prius, primeiro automóvel híbrido do mundo, completou nesta semana 15 anos de existência. O projeto começou em 1994, quando os engenheiros aceitaram o desafio de criar um veículo ambientalmente correto.
 
Três anos depois, em 1997, o modelo foi lançado, ainda cercado de desconfiança por conta da tecnologia inovadora. Hoje, já emplacou mais de 3,2 milhões de unidades no mercado e figura como o carro híbrido mais vendido do mundo. Atualmente a marca mantém uma linha de 16 modelos híbridos e, segundo a Toyota, a meta é aumentar a linha para 21 veículos até 2015.
 
O Prius atual é equipado com um motor 1.8 a gasolina de ciclo Atkinson, com quatro cilindros em linha, de estrutura muito compacta, especialmente desenhado para trabalhar em combinação com o motor elétrico de 650 Volts. Já a transmissão é do tipo CVT, com relações infinitas. Segundo a marca, o consumo médio de combustível do carro pode chegar a 25,5 km por litro consumo e a autonomia supera os 1.100 km.

Apesar de relativamente novo, o Prius já está na terceira geração, que foi lançada em 2009. Sempre em constante evolução, o carro é todo desenhado para minimizar o esforço do conjunto mecânico para movê-lo e assim consumir menos combustível. Isso implica estudos em aerodinâmica, compostos de pneus, matérias mais leves, entre outros recursos.

Sucesso mundial, o Prius é atualmente o automóvel mais vendido do Japão, com uma média de 30 mil emplacamentos por mês, e também o carro híbrido mais vendido nos Estados Unidos e na Europa, onde é vendido com incentivos dos governos locais.

Prius no Brasil

O carro híbrido japonês também já pode ser visto rodando nas ruas de São Paulo. A Toyota entregou recentemente 20 unidades do modelo a empresas frotistas que aderiram ao “Programa de Táxis Híbridos”, implementado pela Prefeitura da cidade. A versão que  chega ao Brasil tem potência máxima combinada (motores a combustão e elétrico funcionando juntos) de 138 cv.

A iniciativa da Prefeitura de São Paulo segue a tendência do que vem sendo feito em outras capitais mundiais, que contam com veículos híbridos em suas frotas de transporte público. Para o consumidor final, o produto estará disponível a partir de janeiro de 2013, com preço de aproximadamente R$ 120 mil

Assine a newsletter semanal do AUTOO!