Em janeiro, o Honda City foi apenas o 66º veículo mais vendido no Brasil com 1.118 unidades emplacadas. O sedã baseado na plataforma do Fit nunca foi um “best-seller” no mercado, mas a situação em 2018 era bem distante de três anos antes quando o modelo terminou o ano em 31º lugar.

O panorama para o sedã começou a mudar no mês seguinte quando a Honda lançou a versão Personal, exclusiva para o público PCD. Desde então, um terço das vendas do City são realizadas para o público com deficiência, participação que atingiu seu pico nos últimos meses com metade dos emplacamentos apenas da versão Personal – enquanto isso as demais versões têm perdido espaço no mercado.

O fenômeno não é isolado, pelo contrário, se espalha por várias marcas que viram no mercado PCD a salvação para alguns modelos que não tinham um bom desempenho nas vendas. É o caso do SUV Captur, da Renault. Lançado em 2017, o veículo demorou a embalar até que sua versão Life automática explorou a demanda para pessoas com deficiência. Desde então, o Captur PCD responde por metade das vendas do Renault que saiu de um patamar de pouco mais de mil unidades para mais de 3 mil carros como em outubro.

Com descontos que chegam a baixar os preços para pouco mais de R$ 50 mil, essas versões passaram a ser atraentes diante de uma legislação que hoje é bastante inclusiva para quem possui algum tipo de restrição física. Para as montadoras, o segmento passou a ser interessante, mas também problemático por conta da demanda.

Nissan e Hyundai, por exemplo, não têm dado conta de tantos pedidos e por isso acabam suspendendo as vendas das versões S Direct do Kicks e Attitude automática do Creta, respectivamente. E não é por menos: enquanto o Nissan tem mais de um terço dos emplacamentos advindos do modelo PCD no Hyundai ele equivale a quase metade das unidades comercializadas.

Participação das versões PCD
Divulgação

Sob medida para o público PCD

Quem não se prontificou a criar uma versão exclusiva para esse consumidor tem facilitado a aquisição de versões populares e que se enquadram nesse perfil. A Toyota, por exemplo, se não tem um modelo para PCD oferece nada menos que o Corolla XEi, a versão mais vendida do sedã, por um valor que pode chegar a R$ 95,4 mil.

A Jeep é outra que aproveita como pode essa demanda. No caso, ela oferece seus SUVs com descontos significativos. O Renegade é vendido na versão 1.8 automática flex por R$ 54,7 mil enquanto o Compass pode ser adquirido por R$ 139,2 mil na versão Longitude 2.0 diesel.
Outra que tenta aproveitar o momento e tirar seu modelo do ostracismo é a Peugeot. O 2008 Allure Business têm um atraente preço de R$ 50.990 à vista – a marca alega que é a única montadora a ter o modelo a pronta entrega enquanto suas concorrentes pedem vários meses para produzir seus veículos.

City e Captur PCD
Divulgação

Dois em um

Mas não só as marcas que criam versões exclusivas ou então de grande demanda que miram no público PCD. Até mesmo carros mais acessíveis e que nem precisavam de descontos generosos para se enquadrar no limite de R$ 70 mil. A Volkswagen quebrou um tabu recentemente ao lançar versões automáticas do Gol e do Voyage pela primeira vez em sua história.

Embora abertas a qualquer consumidor, as versões certamente têm uma boa participação de clientes PCD. Voyage e Gol tiveram em outubro mais de mil unidades emplacadas com câmbio automático, um bom sinal do potencial delas.
Agora deve ser a vez da Fiat aproveitar a chance de emplacar seu sedã compacto Cronos que acaba de ganhar uma nova versão automática mais acessível. Mesmo que ela não vire a mais popular do modelo ao menos deve ajudar a melhorar seu desempenho de vendas.

 
 
Nissan Kicks 2018
 
Nissan Kicks 2018
Nissan Kicks 2018
Ford EcoSport 2019
 
Ford EcoSport 2019
Ford EcoSport 2019
Hyundai Creta 2019
 
Hyundai Creta 2019
Hyundai Creta 2019
Volkswagen Voyage 2019
 
Volkswagen Voyage 2019
Volkswagen Voyage 2019
Peugeot 2008 2019
 
Peugeot 2008 2019
Peugeot 2008 2019
Honda City 2019
 
Honda City 2019
Honda City 2019
Jeep Renegade 2019
 
Jeep Renegade 2019
Jeep Renegade 2019
Fiat Cronos 2019
 
Fiat Cronos 2019
Fiat Cronos 2019
Renault Captur 2019
 
Renault Captur 2019
Renault Captur 2019
 
 
Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/