VW Polo 2018 brasileiro chega às lojas em novembro e terá opção 1.0 aspirada

Presidente da marca no país confirmou o mês de estreia de um dos lançamentos mais aguardados do ano
Volkswagen Polo 2018

Volkswagen Polo 2018 | Imagem: Divulgação

Aos poucos, como era esperado, a Volkswagen revela mais informações da nova geração do Polo, seu principal lançamento para este ano e um dos mais aguardados para o mercado nacional.

Durante a cerimônia que marcou o início da produção do hatch na unidade Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), o presidente e CEO da Volkswagen do Brasil e América do Sul, David Powels, confirmou que o Polo 2018 chegará às lojas em novembro deste ano. O sedã derivado da mesma família, o Virtus, está previsto para ganhar as ruas brasileiras já no primeiro trimestre do ano que vem.

O principal executivo da VW no Brasil também formalizou nesta segunda-feira (14) a destinação de R$ 2,6 bilhões para a modernização, validação, desenvolvimento local de peças e qualificação de pessoal da unidade Anchieta. O montante faz parte de um total de R$ 7 bilhões que a Volkswagen destinará ao país até 2020. Atualmente só a picape Saveiro é produzida em São Bernardo do Campo e Powels destaca que, apesar da chegada de novos produtos não estão nos planos novas contratações para a planta. A ideia, de acordo com o presidente e CEO da Volkswagen do Brasil, é aproveitar os funcionários que atualmente encontram-se em lay-off para atender o aumento na demanda da produção. 

Em conjunto com o Polo e o Virtus, a nova família de compactos da Volkswagen ainda contará com um SUV e uma picape. Todos já são baseados na moderna plataforma modular MQB, uma das razões do maciço investimento que a gigante alemã está promovendo no Brasil, o que permitirá produzir modelos com elevado nível de segurança e equipamentos.

Uma curiosidade muito alardeada pela Volkswagen é que a nova geração do Polo começa a ser fabricana na unidade Anchieta exatos 60 anos o início da produção da Kombi por aqui. “Estamos construindo uma nova Volkswagen e 2017 marcará uma virada de página para nós. Estamos nos reinventando com uma nova mentalidade, muito mais energia e ainda mais alinhada com as expectativas de nossos clientes”, promete Powels.

Segundo comunicado da fabricante, com o investimento de R$ 2,6 bilhões para a unidade no ABC paulista o setor de estamparia recebeu 214 novas ferramentas, 373 robôs de última geração e a área de pintura foi reprogramada e customizada para receber as novas cores que farão parte da gama Polo e Virtus.

O AUTOO esteve presente no evento dentro da unidade Anchieta, onde várias unidades do Polo estavam expostas com somente as partes dianteira e traseira ainda camufladas, dois pontos em que o hatch brasileiro trará novidades em relação ao europeu conforme podemos ver nos flagras do sedã Virtus.  

Apesar da marca até o momento ter confirmado apenas a presença do motor 1.0 TSI e da transmissão automática de 6 marchas provavelmente compondo aquela que será a versão topo de linha do hatch, o AUTOO conseguiu constatar que o Polo 2018 também terá uma variante 1.0 aspirada com câmbio manual de 5 marchas como sua versão mais acessível.

O selo do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular presente em um dos modelos na linha de montagem, como você pode ver na galeria de fotos, confirma a informação e ainda nos permite constatar as boas médias de 12,9 km/l na cidade e 14,4 km/l na estrada, ambas com gasolina.

A versão de entrada do Polo 2018 contava com rodas aro 15” e deverá ofertar central multimídia ao menos como opcional. Os carros ainda estavam trancados, contudo os plásticos presente no painel e no console central nos pareceram de aspecto um pouco simples demais. Porém só poderemos emitir uma opinião definitiva após o acesso completo ao carro. A previsão, pelo menos no início das vendas, é que o Polo não tire nenhum outro hatch de linha, sendo que a gama segue composta pelo up!, Gol, Fox, bem como os sedãs Voyage e Jetta. 

De qualquer forma, o fato do Polo 2018 contar com uma opção 1.0 aspirada nos sinaliza que ele terá preços competitivos e uma estratégia bem semelhante ao do Fiat Argo, que transita em uma faixa entre R$ 46.800 (versão Drive 1.0) até R$ 70.600 (HGT 1.8 automática).

Assine a newsletter semanal do AUTOO!