Após fim da Weekend, ainda restam algumas peruas à venda no Brasil

No entanto, modelos de station wagon são importados e bastante caros e por isso com vendas modestas
Volvo V60 2019

Volvo V60 2019 | Imagem: Divulgação

Antes de lamentar o fim das vendas da Palio Weekend (ou apenas um Weekend), é preciso assimilar alguns números. Em 2009, quando as peruas já sofriam a concorrência das minivans, o mercado brasileiro comprou nada menos que 92 mil unidades desses modelos familiares. Dez anos depois, foram irrisórios 5.468 veículos.

Ao encolher de forma impressionante no espaço de uma década, a categoria de “station wagons”, como são conhecidas nos EUA, carimbou seu fim. Mas engana-se para quem pensa que ele já chegou, após aposentadoria da SpaceFox e da Weekend. Elas ainda existem no Brasil, embora de forma quase imperceptível. Três marcas de importados ainda exibem peruas em seu portfólio, a alemã Audi, a sueca Volvo e a japonesa Subaru. No entanto, seus modelos, somados, emplacaram pouco mais de 400 unidades no ano passado.

A mais bem sucedida é a A4 Avant, perua da Audi equipada com motor 2.0 TSI de 190 cv e transmissão S Tronic que fazem o modelo ir de 0 a 100 km/h em 7,5 segundos. Para quem acha pouco, a marca alemã ainda traz a conta-gotas a RS4 Avant com 450 cv de potência e tração integral quatro. A Audi também importou em 2019 outra perua esportiva, a RS6 Avant, mas que não consta do portfólio atualmente – nada que impeça alguém de encomendar uma, é claro.

A Volvo é outra que mantém a tradição das peruas, um componente emocional muito forte na marca sueca há décadas. Para representa-la na categoria, a montadora vende a V60, uma bela perua de porte médio equipada com motor 2.0 turbo com 254 cv de potência. Em 2019, ela emplacou 116 unidades do modelo, bem pouco comparado ao seu best-seller, o SUV XC60, que teve quase 3,5 mil exemplares vendidos.

Por fim, a Subaru ainda oferece a Outback, uma perua com ares aventureiros muito admirada pelos fãs da marca. Com preço sugerido de R$ 206 mil, a station wagon japonesa traz o tradicional motor boxer de 6 cilindos com 260 cv, tração integral (é claro) e mimos como som premium da marca Harman/Kardon. Infelizmente, apenas 20 unidades foram vendidas no ano passado, mas a própria marca não teve um bom desempenho no mercado, afetada pelo dólar elevado.

Nicho do nicho

É provável que o segmento de peruas nunca morra de fato, mantido por adeptos desse tipo de carro familiar por excelência. Trata-se de algo a lamentar afinal as stations wagons reúnem virtudes inigualáveis como uma posição de dirigir mais esportiva e espaço de sobra para famílias e bagagens.

À medida que o tempo passar, no entanto, elas devem ser raridade nas ruas. Por enquanto, no entanto, ainda será comum ver Weekends, SpaceFox e mesmo modelos mais antigos como a Parati e outros menos populares por aí. Um contraste imenso para um país que já foi apaixonado pela Caravan, Variant, Belina e tantas outras peruas que passaram pelo mercado.

Volvo V60 2019

Volvo V60 2019

Assine a newsletter semanal do AUTOO!