A perspectiva da CAOA Chery para o Tiggo 5x é animadora, sendo que ele pode se tornar o carro-chefe da fabricante por aqui ao longo de 2019. A expectativa é mais do que justificada, afinal ele vai atuar em um dos segmentos mais desejados do momento, no caso os SUVs compactos, e deverá trazer mais visibilidade para a marca CAOA Chery.

Para entrar em uma categoria muito disputada, a nova fabricante nacional sabe que precisa de um modelo com alguns atributos especiais para se destacar em meio a tantos concorrentes de marcas estabelecidas há mais tempo no Brasil. Para isso, todo o projeto do Tiggo 5x tomou como base uma nova plataforma modular desenvolvida pela Chery na China, projeto que já é fruto de um grande investimento da fabricante para contar com técnicos e engenheiros automotivos oriundos de grandes fabricantes globais.

Além de utilizar aços de alta resistência na construção da carroceria, o Tiggo 5x também contempla recursos que raramente encontramos entre os SUVs compactos hoje produzidos no Brasil, a começar pela suspensão. Enquanto a maioria dos concorrentes adota um eixo de torção para as rodas traseiras, no Tiggo 5x o conjunto é sustentado por um layout multibraço, uma solução bem melhor do ponto de vista do controle dinâmico e do conforto. O Renegade é um dos poucos modelos do segmento que conta com suspensão independente nas 4 rodas, porém o Jeep usa uma configuração McPherson no eixo traseiro, que é um pouco mais simples do que o conjunto adotado no SUV da CAOA Chery.

No Instagram do Autoo, muitos leitores questionaram os valores do Tiggo 5x, que começa em R$ 86.990 na versão de entrada T e atinge R$ 96.990 na opção topo de linha TXS como a que avaliamos, julgando-os caros demais. Porém, é bom levar em conta que o recém-lançado SUV da CAOA Chery traz alguns diferenciais mecânicos que naturalmente encarecem seu projeto. Além da suspensão mais refinada, o Tiggo 5x é o único da categoria a contar com uma transmissão de dupla embreagem com 6 marchas, câmbio que tem um custo mais elevado, porém traz ganhos no desempenho e na economia de combustível ao trocar as marchas de forma muito rápida. Na hora de parar, o conjunto de freio a disco nas 4 rodas também é outro diferencial do Tiggo 5x, já que muitos rivais usam freios a tambor nas rodas traseiras para reduzir custos.

Barato, de fato, o Tiggo 5x não é, mas ele está bem alinhado com os preços de seus rivais mais vendidos na categoria e também não fica devendo em equipamentos. Temos em sua versão mais cara alguns diferenciais do modelo, como as rodas de liga leve aro 18”, o teto solar panorâmico com uma boa área de cobertura e até mesmo uma interessante luz de cortesia que é projetada no chão e ajuda a iluminar o acesso ao carro, recurso que geralmente encontramos em alguns automóveis mais caros.

Temos também no Tiggo 5x TXS a regulagem elétrica para o banco do motorista, revestimento interno de couro, 6 airbags, controles de tração e estabilidade, chave presencial, seletor do modo de condução (econômico ou esportivo), central multimídia com tela de 9”, sensor de estacionamento, acendimento automático dos faróis, entre outros.

Ao volante, o Tiggo 5x com seu motor 1.5 turbo de 150 cv e 21,4 kgfm de torque agradou pelas respostas que proporciona ao modelo. A CAOA Chery fez bem em escolher um motor sobrealimentado para o Tiggo 5x, uma vez que ele é pesado (1.424 kg), porém, graças ao bom torque e à rapidez do câmbio, ele consegue entregar médias de até 10 km/l na cidade e 13 km/l na estrada, o que representa números bem aceitáveis.

Mas não é só na estrutura que o Tiggo 5x mostra uma evolução dos carros chineses em relação ao que estávamos acostumados até então. A calibração da direção elétrica e até mesmo a modularidade dos pedais de freio e acelerador estão muito melhores, mostrando também que a competência do time brasileiro de engenharia da CAOA fez a diferença no projeto do Tiggo 5x nacional. Esse know-how para realizar o “ajuste fino” nos principais sistemas do carro era algo que faltava aos chineses e parece que eles estão aprendendo a lição muito rápido.

Ao percorrer os diversos obstáculos utilizados para teste na pista da CAOA Chery em Anápolis (GO), os quais submetem o carro a uma boa avaliação geral, não notamos ruídos na suspensão, direção ou acabamento vindos do modelo, o que denota uma boa qualidade construtiva.

Mesmo as rodas de liga leve aro 18” do Tiggo 5x TXS não comprometem o conforto ao rodar, estando bem adaptadas ao conjunto como um todo.

Indo para o interior do SUV, o Tiggo 5x mostra uma grata evolução entre os carros de origem chinesa no que diz respeito à escolha dos materiais e à própria concepção da cabine em si. Temos ali um confortável apoio central para os braços do motorista e do passageiro, porta-copos e porta-objetos bem distribuídos e uma central multimídia bem posicionada. Ainda no Tiggo 5x também contamos com o conforto adicional proporcionado pelo freio de estacionamento com acionamento elétrico e até mesmo a função Auto Hold, que mantém o freio acionado em aclives ou declives de forma automática. Talvez só o volante precisasse de um design um pouco mais arrojado. Os comandos multifuncionais, contudo, são de fácil acesso e visualização.

Com porte semelhante ao dos rivais, o espaço para os ocupantes a bordo do Tiggo 5x está na média do segmento. Não encontramos um habitáculo com espaço de sobra como um Honda HR-V, por exemplo, mas é possível transportar uma família com conforto com Tiggo 5x. Um ponto que deve “pegar” no mais novo SUV da CAOA Chery é o espaço no porta-malas para 340 litros. Parece que os SUVs compactos mais modernos não estão se preocupando muito com espaço para cargas, como o porta-malas de 320 litros do Citroën C4 Cactus também sugere, mas resta saber se essa também é uma característica em linha com as demandas dos consumidores do segmento. Hoje modelos como o Honda HR-V, Hyundai Creta e Nissan Kicks contam com porta-malas na casa dos 430 litros.

A CAOA Chery ainda não apresentou os custos das revisões do Tiggo 5x, mas se sabe que o conjunto mecânico contará com 5 anos de garantia (motor e câmbio), enquanto o carro todo terá cobertura de 3 anos. A marca dá um atestado de qualidade ao contar com um prazo de garantia bem elástico para o modelo.

Polêmica do preço à parte, já que no fim das contas caberá a cada um dos consumidores pesar se o que o Tiggo 5x entrega faz jus ao valor cobrado, a novidade chega ao mercado com um conjunto que se destaca entre os principais concorrentes oferecidos hoje na categoria. Se você está aberto a conhecer uma marca diferente, vale a pena fazer um test-drive na concessionária mais próxima e conhecer o Tiggo 5x. Ele é uma opção de compra com boas credenciais dentro do segmento.  

Ficha técnica

Chery Tiggo 5X 2019 TXS 1.5 16V flex automático 4p
Categoria SUV compacto
Vendas acumuladas neste ano 8.764 unidades
Motor 4 cilindros, 1496 cm³
Potência 147 cv a 5500 rpm (gasolina)
Torque 21,4 kgfm a 4000 rpm
Dimensões Comprimento 4,338 m, largura 1,83 m, altura 1,645 m, entreeixos 2,63 m
Peso em ordem de marcha 1424 kg
Tanque de combustível 57 litros
Porta-malas 340 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/