Coube ao Renault Duster 2021 estrear a boa safra de novidades entre os SUVs que veremos ao longo deste ano. Na segunda quinzena do mês será a vez da aguardada nova geração do Chevrolet Tracker chegar às concessionárias, aquecendo ainda mais o segmento.

Longe de ser um segredo, a profunda atualização que o Renault Duster estreia só agora no mercado brasileiro já era conhecida desde o fim de 2017 na Europa e traz consigo a chance para o SUV tornar-se bem mais competitivo nos países onde atua.

Na parte externa, o Duster 2021 conta com novas portas, tampa do porta-malas, faróis, lanternas, para-choques, grade frontal, entre outras melhorias. Até mesmo o para-brisa foi inclinado em pouco mais de 3º com o objetivo de melhorar a aerodinâmica do SUV. Se não podemos dizer que o Duster 2021 é um carro todo novo pelo fato de preservar a plataforma B0, é justo mencionar que ele entrega evoluções notáveis em vários pontos-chave.

Ao contrário do habitáculo, que sempre foi muito controverso no Duster, o design externo do Renault sempre foi um de seus principais argumentos de venda, em especial pelo seu jeitão robusto. Na nova linha 2021, a marca francesa tratou de realçar esse aspecto por meio de recursos como o Pack Outsider, que custa R$ 2.700 e integra molduras plásticas laterais, overbumper dianteiro, entre outros elementos de design. Na versão topo de linha Iconic (R$ 87.490), as rodas de liga leve aro 17” capricham no estilo.

Se, digamos assim, a Renault lapidou uma fórmula que sempre foi bem aceita para o visual do Duster, por dentro as evoluções vistas no SUV são exponenciais.

Longe de ser aquele utilitário com uma cabine simples demais e com plásticos de aspecto simplório, o Duster 2021 agora é um carro que encanta muito mais ao olhar. Painel, console, volante, cluster, laterais de porta... enfim, por dentro praticamente tudo mudou no SUV.

Claro que, para manter o preço do Duster acessível dentro do segmento, os plásticos e alguns materiais ainda não são os mais refinados que existem no mercado, mas tudo o que está no campo de visão do motorista e passageiros é muito mais animador do que vislumbrávamos no SUV até sua linha 2020.

O novo volante multifuncional oferece boa empunhadura, bem como a posição dos comandos está muito melhor, em nada lembrando o Duster anterior com sua precária ergonomia. Uma pena que a Renault deixou o revestimento de couro para os bancos como um opcional de R$ 1.700 até mesmo para a versão Iconic. Por ela ser a configuração topo de gama, o item já deveria ser de série. Se você optar por essa versão, vale a pena acrescentá-lo.   

 

Apesar do generoso entre-eixos de 2,67 m, o espaço para os passageiros no banco traseiro do Duster é apenas aceitável, sendo que ele fica devendo nesse aspecto para o que é encontrado em concorrentes como o VW T-Cross, por exemplo. Uma das razões para isso é que o projeto do Renault Duster privilegia um atributo que faz brilhar os olhos de muita gente: com 475 litros, até hoje nenhum competidor do modelo conseguiu superá-lo no quesito capacidade do porta-malas. O compartimento do Duster é irretocável e faz dele uma boa opção para o uso familiar ou para quem tem a necessidade de transportar objetos de maior volume.

Algo que surpreendeu no Duster 2021 foi o nível bem elevado de equipamentos que o modelo oferece na versão Iconic, recursos que até então não imaginávamos encontrar no SUV por sua proposta vinculada ao baixo custo.

Entre seus diferenciais, o Duster Iconic traz de série o alerta de pontos cegos e o sistema Multiview, composto por quatro câmeras externas com ótima resolução, uma em cada região do carro, que podem ser acionadas de forma independente pelo condutor. A câmera posicionada atrás é ligada automaticamente com a seleção da marcha a ré, tal como ocorreria em um carro convencional com o recurso. Apesar da boa ajuda para manobras, o Multiview não se trata de um sistema de câmeras 360º propriamente dito, uma vez que ele não agrega as imagens de forma simultânea, como ocorre no Nissan Kicks SL, por exemplo.

Outra destacada evolução do modelo vai para a central multimídia EasyLink. De série nas versões Intense e Iconic, ela também vale o investimento na opção de entrada Zen, onde figura como um opcional. Com sua tela de 8”, ela permite a conectividade com smartphones por meio das plataformas CarPlay e Android Auto, exibe as imagens do sistema Multiview e pode ser amplamente configurada, incluindo até mesmo o som das teclas e um layout personalizado.

A central multimídia também gerencia seis alto-falantes espalhados pela cabine, sendo dois deles tweeters posicionados no painel. A Renault ainda acrescenta que o novo Duster 2021 traz novos elementos de absorção de ruídos e, de fato, o SUV está mais silencioso na nova linha. Tudo isso soma pontos para o conforto a bordo.

O Duster Iconic ainda oferece o competente sistema de chave presencial da Renault, que engloba a partida por botão, o acesso ao carro sem necessitar de qualquer interação com a chave e ainda se encarrega de trancar o carro quando o condutor se afasta a uma distância razoável do SUV. Não são todos os sistemas do tipo que realizam a última função, a qual traz mais comodidade para o dono do carro.

Em meio a tantos aprimoramentos significativos para o Duster 2021, uma pena que a Renault não aproveitou para efetuar algo relativamente simples para seu motor 1.6 SCe: a remoção do tanquinho de gasolina para partida a frio. Segundo a marca, a medida está nos planos da empresa, mas a fabricante não oferece uma previsão concreta de quando isso ocorrerá.

Um ganho importante para o 1.6 SCe aplicado no Duster reside na inclusão do sistema start-stop em toda a gama, recurso que favorece a redução do consumo urbano. De acordo com os dados oficiais, o Duster 1.6 CVT na linha 2021 alcança parciais de até 7,2 km/l na cidade e 7,8 km/l na estrada quando abastecido com etanol. Rodando com gasolina, os valores atingem 10,7 e 11,1 km/l, respectivamente. Mantendo os 120 cv e 16,2 kgfm, o Duster segue com um desempenho apenas mediano e sem surpreender, como seu 0 a 100 km/h na casa de 12 segundos deixa claro. Logo, não espere acelerações e retomadas muito vigorosas no comando do SUV. Um VW T-Cross com seu 1.0 TSI (turbo e injeção direta) é um concorrente bem mais animador neste quesito.

Os reforços estruturais que resultaram em uma melhora na rigidez torcional da ordem de 12% são pouco sentidos ao volante, sendo que, nesse aspecto, uma das principais melhorias técnicas do Duster 2021 se encontra na mudança do sistema de assistência eletro-hidráulico para uma estrutura completamente elétrica. Além de ganhos na redução do consumo, o SUV ficou bem mais suave para manobras e mais agradável no uso urbano.

No que diz respeito à segurança dinâmica, a Renault fez bem em tornar como item de série os controles de tração e estabilidade para todas as versões, mas poderia incluir, mesmo como opcionais, os airbags laterais e de cortina para o Duster. Os 6 airbags figuram como um item de série em todas as versões do VW T-Cross e, muito provavelmente, assim também será no Chevrolet Tracker 2021.

Em resumo, o novo Duster preserva as características que sempre nortearam o SUV, como a ênfase na robustez e o maior porte da carroceria, sem descuidar do preço mais acessível dentro do segmento. Com a categoria crescendo rapidamente em número de competidores e na qualidade dos seus projetos, o Duster também precisou evoluir no conteúdo para acompanhar os desejos do público. A Renault fez a lição de casa e soube conferir vida nova ao Duster. Alternativas mais sofisticadas entre os SUVs compactos certamente existem, mas o Renault Duster ainda reserva uma certa originalidade em sua receita que encanta muita gente. Com o visual externo e interno aprimorados, o SUV ostenta uma atualização certeira e muito bem executada, podendo agora, quem sabe, até cativar quem nunca havia considerado sua compra. 

 
 
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
Renault Duster 2021
Renault Duster 2021
 
 

Ficha técnica

Renault Duster 2021 Iconic 1.6 16V flex automático 4p
Preço R$ 87.490 (03/2020)
Categoria SUV compacto
Vendas em 2017 17.791 unidades
Motor 4 cilindros, 1598 cm³
Potência 118 cv a 5500 rpm (gasolina)
Torque 16,2 kgfm a 4000 rpm
Dimensões Comprimento 4,376 m, largura 1,832 m, altura 1,693 m, entreeixos 2,673 m
Peso em ordem de marcha 1279 kg
Tanque de combustível 50 litros
Porta-malas 475 litros
Veja ficha completa

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/