Conheça o Challenger SRT com mais de 600 cv

Versão Hellcat do muscle car da Dodge vem equipada com o mais potente V8 da história do Grupo Chrysler

Ele é equipado com o inédito 6.2-liter HEMI supercharger com mais de 600 cv | Imagem: Divulgação

A Dodge apresentou recentemente no Salão de Nova York, a linha 2015 do muscle car mais icônico da marca, o Challenger. Apenas um mês depois, a marca revela a versão SRT e a mais arisca ainda SRT Hellcat, com mais de 600 cv. Os modelos começam a ser produzidos no final deste ano na fábrica de Brampton, no Canadá.

Agora reunificadas dentro do Grupo Chrysler, a Dodge e a divisão SRT, reestilizaram totalmente o carro em termos mecânicos. O Challenger SRT Hellcat é equipado com o novo 6.2 HEMI V8 supercharger. A Dodge divulga que o motor produz mais de 600 cv, mas não revelou a potencia exata tampouco o torque, ainda. Ele pode ser acoplado a câmbio manual de seis marchas ou ao novo automático de oito marchas.

Já o novo Challenger SRT conta com um 392 HEMI V8, cuja potência foi aumentada de 477 cv para 492 cv, enquanto o torque máximo foi de 65 kgfm para 65,6 kgfm. Ambos modelos podem ser equipados com câmbio manual de seis marchas ou o novo automático de oito marchas.

No mais, o SRT 2015 possui quatro modos de condução - uma delas totalmente personalizada pelo motorista – além das duas chaves de ignição para liberar ou controlar toda a força do motor Hellcat (a vermelha libera toda a força, a preta a limita). Para arrematar, os modelos possuem rodas de alumínio forjado de aro 20, com pneus 245/45ZR20  na versão SRT e 275/40ZR20 na SRT Hellcat. Esta versão conta ainda com freios dianteiros Brembo de 390 mm - os maiores já usados em um modelo SRT  -, dotados de pinças de seis pistões.

Quanto ao visual, ambas versões do SRT possuem capô de alumínio com tomada de ar central, ladeada por dois extratores de ar que ajudam na dissipação do calor e na redução da turbulência do ar no compartimento do motor. Além disso, há um spoiler sob o para-choque dianteiro e o aerofólio traseiro é mais elevado.

O preço, assim como mais detalhes técnicos do muscle car, serão divulgados em breve.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!