Ford Fusion sai de linha oficialmente no Brasil

Entenda qual modelo poderá preencher o espaço deixado pelo sedan
Ford Fusion 2019

Ford Fusion 2019 | Imagem: Divulgação

Apesar do fato de que nas últimas semanas o Fusion era raramente encontrado nas concessionárias – restando apenas algumas poucas unidades pela rede – a Ford não vinha admitindo o fim da comercialização do modelo no Brasil.

Agora, porém, a fabricante não esconde mais o fato de que o Fusion saiu de linha no Brasil e retirou o sedan do seu catálogo de produtos em seu site. Quem notou a mudança no endereço eletrônico da marca foi o site Autos Segredos, que relatou o fato na quinta-feira passada (30).

Sedan que chegou a ter uma excelente aceitação do público brasileiro atuando na categoria de porte médio-grande, o Fusion foi atualizado até a linha 2019 no Brasil, quando passou a ser comercializado somente com a opção do motor 2.0 turbo ou a opção híbrida.

Até então produzido no México, o Fusion sai de cena pela opção da Ford em focar sua gama de modelos apenas em SUVs e picapes.

Futuras alternativas ao sedan

Para quem era fã do modelo, a Ford poderá oferecer no futuro próximo (de um a dois anos) algumas alternativas na mesma faixa de preço do sedan não só nos EUA como também aqui no Brasil. Nenhuma delas, contudo, com a carroceria três volumes.

A opção que está mais quente no momento para o mercado brasileiro será a importação do inédito Bronco Sport ao país, muito provavelmente a partir do ano que vem. O modelo já deveria ter sido revelado nos EUA, porém o contexto da pandemia causada pelo novo coronavírus vai atrasar não só a estreia do SUV como o início de sua produção.

Existem várias questões que colocam o Bronco Sport como a opção da Ford para atuar na faixa de R$ 150.000 a R$ 200.000 até então ocupada pelo Fusion. A primeira e mais forte delas é que o Bronco Sport será produzido na mesma fábrica mexicana até então responsável pela montagem do Fusion. A procedência em questão torna o preço do modelo mais competitivo devido ao acordo tributário entre Brasil e México.

Apesar de ser um SUV e ter uma proposta mais robusta – não lembrando em nada um modelo mais clássico e elegante como um sedan – o Bronco Sport preservará algumas qualidades que eram encontradas no Fusion, como o motor 2.0 EcoBoost e a presença de tração integral. O SUV também deverá ter em seu catálogo uma opção 1.5, também turbo com injeção direta, preservando as quatro rodas motrizes.

Outra saída para o Brasil seria importar o modelo que será o sucessor natural do Fusion nos EUA. No país-sede da Ford, o Fusion se tornará uma espécie de station wagon crossover, seguindo a receita do Subaru Outback. O modelo da fabricante japonesa obtém uma excelente aceitação comercial por lá, o que justifica o caminho que deve ser trilhado pela Ford.

Ao não ter uma carroceria tão alta como um utilitário esportivo, o Fusion Active, como poderá ser chamado, pode preservar a boa qualidade dinâmica do sedan e manter o preço mais competitivo. A previsão é que o Fusion Active deverá ser lançado um pouco depois do Bronco Sport, talvez dentro de dois anos.

Ford Fusion 2019
Ford Fusion 2019
Imagem: Divulgação

Assine a newsletter semanal do AUTOO!