Com V8 especialmente preparado, Ford apresenta o novo Mustang Mach 1

Inspirada em versão clássica do esportivo original da década de 1960, versão será oferecida como série limitada de performance
Ford Mustang Mach 1 2021

Ford Mustang Mach 1 2021 | Imagem: Divulgação

No final dos anos 1960, a Ford apresentou ao mundo o primeiro Mustang Mach 1, em homenagem a Chuck Yeager, primeira pessoa a quebrar a barreira do som. No entanto, desde 2003 que a marca não oferece esse nome clássico para o esportivo. Agora, a espera vai acabar, pois a Ford reintroduzirá o Mach 1 como uma série limitada para o Mustang 2021. Os preços ainda não foram revelados.

O modelo deverá chegar às lojas norte-americanas durante o segundo trimestre do ano que vem e o COO da Ford, Jim Farley, não esconde a pretenção da marca em "torná-lo global". O Ford Mustang Mach 1 faz referência ao carro original já na grade dianteira, que traz elementos circulares remetendo aos faróis do modelo de primeira geração. O carro também conta com faixas e apêndices exclusivos para a série limitada.

Ford Mustang Mach 1 2021
Ford Mustang Mach 1 2021 ao lado da priemira geração de 1969 
Imagem: Divulgação

Na linha do Mustang atual, o Mach 1 servirá como o elo que faltava entre as versões GT, potentes, mas voltadas ao uso urbano, e o modelo Shelby GT350, que tem foco nas pistas e no prazer ao dirigir. Segundo a Ford, será o V8 5.0 mais preparado que a marca oferecerá no esportivo sem recorrer aos modelos da Shelby.

Seu propulsor é capaz de entregar 486 cv de potência e 58 kgfm de torque. Mostrando a sua proposta de mescla entre performance e uso diário, o novo Mustang Mach 1 poderá trazer o mesmo câmbio manual de seis velocidades do Shelby GT350 ou uma transmissão automática de 10 velocidades com calibração específica para o Mach 1. O modelo da Shelby vem sempre com câmbio manual, enquanto o GT manual tem relações mais longas.

Ford Mustang Mach 1 2021
Ford Mustang Mach 1 2021
Imagem: Divulgação

Segundo a Ford, o trabalho nos apêndices do carro rendeu um incremento de pressão aerodinâmica na ordem de 22%. Para melhorar a dirigibilidade, o Mach 1 traz também uma nova calibração da suspensão magnética, direção elétrica com nova calibração, barras estabilizadoras e molas dianteiras mais rígidas, hidrovácuo de freio do Mustang GT Performance Pack nível 2, pneus Michelin PS4 e subchassi traseiro com buchas mais rígidas.