Futuro Honda ZR-V: por que é importante ficarmos atentos a ele?

Próximo SUV da marca vai se enquadrar em uma categoria que ganha cada vez mais força no mercado global
Projeção de Kleber Silva para o inédito Honda ZR-V

Projeção de Kleber Silva para o inédito Honda ZR-V | Imagem: Kleber Silva

A Honda promete uma investida no segmento de SUVs com algumas novidadades bem interessantes e mais alinhadas com as novas preferências dos consumidores globais. 

Uma aposta bastante aguardada será o futuro ZR-V, nome que, inclusive, já foi registrado pela marca. 

O ZR-V terá uma concepção claramente focada em mercados emergentes, em especial o indiano. Segundo apostas e rumores preliminares, o futuro SUV da Honda deverá ter comprimento na casa de 4 metros para ser beneficiado por tributos menores na potência asiática. Na Índia, o ZR-V terá como concorrentes o recém-revelado Nissan Magnite e o futuro SUV pequeno Renault Kiger

Mas como tudo isso pode estar relacionado com o Brasil? 

Ao olharmos para as expectativas de curto prazo (1 a 2 anos) das montadoras instaladas aqui, são cada vez mais fortes as sinalizações de que a Nissan poderá nacionalizar o Magnite, em especial após a retirada de linha do March, o que abriu espaço na fábrica de Resende (RJ) para um novo produto. 

Crossovers e SUVs menores, como o Volkswagen Nivus, por exemplo, são uma forte tendência entre as fabricantes para os próximos anos. Até mesmo o Ford Ka em sua próxima geração pode ir para um caminho semelhante, como noticiamos anteriormente. 

Voltando para a Honda, ao que parece a marca está se preparando para muitas novidades no Brasil. 

Notícia que apuramos com exclusividade aqui no Autoo, o esperado fim da produção do Civic nacional pode sinalizar que a Honda deverá focar suas atividades produtivas em segmentos de maior retorno comercial, como seria o caso do ZR-V. 

É interessante considerarmos também que, de acordo com as informações mais recentes sobre o assunto, a próxima geração do Honda HR-V deverá crescer em termos de tamanho e preço, tornando-se um competidor para o futuro Toyota Corolla Cross nacional. 

Se a tendência do HR-V migrar para o segmento de SUVs médios de fato tornar-se real, a Honda precisaria de um novo produto para manter sua posição entre os SUVs compactos mais acessíveis e o ZR-V parece cumprir muito bem com esse papel. Além disso, um modelo concebido totalmente do zero com uma proposta bem clara certamente teria vantagens sobre o atual Honda WR-V, que nada mais é do que uma adaptação sobre o competente projeto do Honda Fit. 

Outro ponto que colabora para uma eventual nacionalização do ZR-V é o fato de que ele adotará uma concepção de plataforma e projeto mais simples, um dos motivos pelos quais a Honda deixará de produzir o Civic localmente de acordo com nossa apuração. Apurações da mídia especializada asiática apontam que o ZR-V poderá adotar a mesma base do Honda Amaze, um sedan menor do que o Honda City e comercializado somente por lá. Aqui no Brasil, talvez a Honda possa adaptar o projeto adotando a mesma arquitetura da nova geração do City nacional. 

Na Índia, é cogitado que o ZR-V poderá trazer sob o capô o mesmo propulsor 1.5 16V que figura em boa parte da gama Honda, inclusive no Fit, City e WR-V produzidos no Brasil atualmente. Talvez o propulsor 1.0 turbo também poderá ser aplicado ao inédito crossover em alguns mercados. 

A previsão é que o Honda ZR-V faça sua estreia global em 2021, talvez ao longo do segundo semestre. Para maio do ano que vem, uma estreia muita aguardada será a segunda geração do HR-V. Provavelmente a Honda vai buscar valorizar ao máximo a apresentação dessas duas importantes novidades em sua gama global.

Projeção de Kleber Silva para o inédito Honda ZR-V
Projeção de Kleber Silva para o inédito Honda ZR-V
Imagem: Kleber Silva
Assine a newsletter semanal do AUTOO!