Basta conversar com executivos de montadoras que a resposta é quase unânime: podemos esperar um bom crescimento a nível global da procura por picapes de porte médio. Não é por acaso que cada vez mais as montadoras estão de olho nesse segmento, o que motivou até mesmo a Mercedes-Benz a se aliar com a Renault-Nissan para ter uma representante na categoria.

Mesmo nos EUA, onde a Ford oferece a Ranger, picape que é considerada pequena para os padrões norte-americanos, ela está conquistando uma boa aceitação por lá, o que anima ainda mais as fabricantes a seguir investindo em veículos desse tipo. Além do Sudeste asiático, a África do Sul, alguns mercados da Europa e, é claro, a América Latina, lideram a preferência por esse tipo de picape.

Nos últimos anos tivemos uma boa leva de novidades na categoria, com a Nissan lançando por aqui a nova geração da Frontier, a Mitsubishi introduzindo a nova L200 Triton Sport e a Volkswagen inaugurando a motorização V6 turbodiesel no segmento com a Amarok, apenas para citarmos alguns exemplos. Uma pena que, por parte da Renault, parece que a oferta da Alaskan no mercado brasileiro é algo que tornou-se um pouco distante até mesmo pelo fato dela e a nova Frontier oferecerem um pacote muito próximo. 

O interessante mesmo é que outras marcas que até então não esperávamos um certo impulso para entrar no segmento prometem surpreender incrementando o leque de opções entre as picapes médias.

Um bom exemplo é a Peugeot Citroën. Como antecipamos aqui no Autoo, a futura picape média do conglomerado francês não vai demorar muito para chegar ao mercado e ela deverá trazer traços peculiares das marcas em seu projeto, como o bom nível de acabamento interno.

Para a Peugeot Citroën investir em uma picape média é algo até lógico se levarmos em conta que a PSA se destaca no segmento de veículos comerciais na Europa com suas vans e furgões, portanto uma picape de médio porte seria um ótimo acréscimo para sua gama de veículos.

Desenvolvida em conjunto com a chinesa Changan, a inédita picape da Peugeot Citroën deverá ser revelada ao público em 2020. Sabendo da boa aceitação que Brasil e Argentina registram para esse tipo de veículo, podemos considerar que a sua oferta por aqui é altamente provável.

Outra marca de peso no mercado global que deverá investir em uma picape média com capacidade para 1 tonelada de carga será a Hyundai. A sul-coreana, inclusive, deverá olhar com bem mais atenção para o mundo das picapes nos próximos anos, uma vez que, além desse modelo de médio porte, uma picape de proposta semelhante à Fiat Toro também pode estar nos planos.

Segundo algumas informações apuradas com executivos da Hyundai, até mesmo uma eventual produção na Argentina dessa futura picape média da marca estaria nos planos. O país vizinho se tornou um tipo de especialista na fabricação desses modelos, tanto é que hoje saem de lá a Toyota Hilux e a Volkswagen Amarok comercializadas em nossa região.

Plataforma “impressionante”

Não é segredo para ninguém que a próxima geração de Volkswagen Amarok e Ford Ranger nascerá de forma conjunta graças ao recente acordo entre as empresas.

Uma notícia interessante apurada pela revista norte-americana Motor Trend é que o desenvolvimento desse projeto em conjunto já encontra-se bem avançado. “Eu já dirigi a futura picapes recentemente e a nova plataforma da Ranger que nós vamos dividir me deixou realmente impressionado com o que poderemos esperar do produto definitivo”, explicou o CEO do grupo Volkswagen, Herbert Diess.

A previsão é que as sucessoras de Ford Ranger e Volkswagen Amarok sejam lançadas por volta de 2022 ou um pouco antes disso.

Alternativa interessante

Também como já noticiamos aqui no Autoo, uma interessante alternativa para as picapes médias em suas versões topo de linha, que hoje gravitam na faixa dos R$ 200.000, será a investida da Fiat Chrysler em importar a nova geração da RAM 1500 ao Brasil.

Com um porte muito interessante, fazendo a ponte entre as picapes médias e grandes, a RAM 1500 chegará ao Brasil com motorização diesel já no segundo semestre deste ano. Se você está de olho em uma picape com bom nível de acabamento, espaço interno muito amplo e confortável e uma boa capacidade de carga na caçamba, vale muito a pena aguardar por esse lançamento. Graças ao tamanho maior, a RAM 1500 oferecerá uma cabine bem mais ampla para cinco passageiros e deverá trazer um alto nível de eletrônica embarcada e assistentes de condução. O preço do modelo deverá gravitar na faixa de R$ 250.000, algo que só teremos certeza, contudo, em um período mais próximo ao lançamento.

César Tizo

O "Guru dos Carros", César Tizo se juntou ao time este ano e está à frente dos portais AUTOO e MOTOO. É o expert em aconselhar a compra de automóveis

César Tizo | http://www.jcceditorial.com.br/