Honda City híbrido chega a novos mercados: uma boa para o Brasil?

Nova geração do modelo será lançada no Brasil no fim deste ano
Honda City 2022

Honda City 2022 | Imagem: Divulgação

Não é segredo para ninguém que a nova geração do Honda City deverá estrear no Brasil entre o fim deste ano e o começo de 2022, marcando uma renovação mais do que aguardada para o três volumes nacional.

Um fato interessante sobre o novo City é que a sua configuração híbrida parece ganhar um caráter cada vez mais global, sobretudo em mercados emergentes, regiões para as quais a gama City foi concebida.

Já comercializado na Malásia, agora a Honda confirmou que vai oferecer o City híbrido também no mercado indiano, com a estreia prevista para a metade de 2022 por lá.

Pensado para ser acessível, o que reforça o compromisso do produto com o custo-benefício, o City híbrido usa como base o sistema i-MMD, composto pelo motor 1.5 de 98 cv associado a outros dois propulsores elétricos, um deles com cerca de 110 cv e que também é responsável por realizar a tração do modelo.

Vantagens do híbrido

O sistema i-MMD busca maximizar a eficiência do conjunto ao contar com três modos de operação. Em um deles somente os propulsores elétricos movimentam o carro, já em situações de velocidade constante, como no deslocamento rodoviário, apenas o propulsor a combustão é acionado. Nos momentos que demandam mais potência e torque, todos os motores atuam conjuntamente. 

Até agora, é praticamente certo que o novo Honda City nacional deverá, a exemplo do que ocorre em outros mercados internacionais, trazer sob o capô o motor 1.5 com injeção direta.

Se a Honda apostar na configuração híbrida também para o Brasil, certamente teremos um produto muito interessante e único, até o momento, entre os sedãs de porte compacto a médio com produção local.

Por fim, vale ressaltar que o novo City vai estrear a carroceria hatchback no Brasil, substituindo o Fit, mas preservando diferenciais do monovolume como o prático sistema de rebatimento de bancos.

Honda City 2022
Detalhe do Honda City híbrido vendido na Ásia: repare no logotipo e:HEV na tampa do porta-malas
Imagem: Divulgação