Ícone da Opel, Astra tem imagens da nova geração divulgadas

Próxima geração do famoso hatch médio estreará plataforma derivada da Peugeot e opção híbrida
Opel Astra 2022

Opel Astra 2022 | Imagem: Divulgação

Após comprar a Opel e a Vauxhall da GM, o grupo PSA passou a implementar uma adaptação das plataformas usadas pela Peugeot e Citroën na linha de veículos da marca alemã e sua contrapartida britânica.

Graças a isso, hoje a Opel vende veículos como o novo Corsa, baseado no Peugeot 208, e Crossland, uma releitura do Peugeot 2008, para citar dois exemplos. Agora, a última fronteira do legado da montadora alemã está prestes a cair com a chegada da nova geração do Astra.

Sim, porque o Astra, surgido há exatos 30 anos como sucessor do Kadett, é talvez o maior símbolo vivo da marca, mas que também irá sucumbir a um conceito de veículo desenhado na França, nesse caso o Peugeot 308.

Nesta quarta-feira, a Opel revelou as primeiras imagens renderizadas da 6ª geração do modelo, que também ganhará uma versão perua em breve.

Segundo a companhia, o novo Astra seguirá o estilo Vizor, que estreou no SUV Mokka de 2ª geração (e também fruto da plataforma CMP). Isso se traduz em faróis de LEDs ultrafinos em formato de “L” e num carro com traços retos, bastante elegantes, temos de admitir.

Não há muito ainda o que ver na parte externa além da tampa do porta-malas com o nome do carro aplicado com grande espaçamento entre as letras.

Opel Astra 2022
Opel Astra 2022
Imagem: Divulgação

O interior, contudo, teve três imagens divulgadas, incluindo a mais abrangente de todas, que mostra o painel, formado por duas telas digitais alinhadas e voltadas para o motorista. Trata-se de uma configuração diferente do que se vê no novo 308, mas as funcionalidades deverão ser as mesmas.

A Opel mostrou ainda um pequeno detalhe do volante e seus comandos satélites e do acabamento do banco. Curiosamente, o texto do comunicado fala na “precisão alemã”, mas não cita qualquer relação com sua parte técnica oriunda das antigas rivais francesas.

A marca diz ainda que o novo Astra terá um impulso à eletrificação, mas sem explicar o que exatamente. Na Europa, se cogita o mesmo conjunto do 308, um motor 1.6 turboalimentado com um propulsor elétrico de 110 cv. A produção do modelo terá início ainda em 2021 na fábrica de Rüsselsheim, na Alemanha.

10 anos sem o Chevrolet Astra

A chegada da 6ª geração do Astra europeu ocorre no mesmo ano em que outro Astra, o da Chevrolet, se despediu do Brasil. O modelo, que foi vendido também em carroceria sedã, esteve em produção no país entre 1998 e 2011, mas pouco antes havia estreado importado da Bélgica.

Sucessor do Kadett por aqui, o Astra fez sucesso e permaneceu no mercado mesmo quando a GM decidiu transformar a nova geração do médio em “Vectra”. Eram os tempos em que nosso mercado estava alinhado com a Europa, no entanto, por conta da constante evolução técnica desses modelos, o abismo de custo passou a tornar proibitivo adaptá-los para nossa realidade.

Em 2017, a com a venda da Opel para a PSA (hoje parte da Stellantis), o novo CEO da empresa na época chegou a confirmar que a marca seria vendida no Brasil a médio prazo. Até hoje, entretanto, o plano ficou só no papel.

Chevrolet Astra Sedan 2010
Chevrolet Astra Sedan 2010
Imagem: Divulgação