Jeep Wrangler capota em crash-test

Teste não era nem o da manobra do Alce, mas utilitário da marca acabou tombando em impacto com barreira
Jeep Wrangler 2020

Jeep Wrangler 2020 | Imagem: Divulgação

A internet já está repleta de piadas com versões mais antigas da Toyota Hilux capotando em testes de manobras de desvio rápido, também conhecidas como “teste do Alce”. No entanto, em um recente crash-test realizado nos EUA, o Jeep Wrangler também demonstrou uma tendência para tombar.

A avaliação feita pelo instituto das seguradoras pela segurança viária dos EUA (IIHS) colocou o SUV em um teste de colisão bem comum, simulando uma batida de pequena sobreposição contra barreira fixa (small overlap). Em três testes separados e com três sobreposições distintas, o Jeep Wrangler Unlimited de quatro portas avaliado pela instituição acabou tombando.

Pelo vídeo, a dianteira do SUV inicialmente começa a se deformar como é o esperado. No entanto, a partir do momento em que a roda dianteira é pressionada contra o assoalho e a lateral do chassi do Wrangler, ocorrendo um efeito de alavanca que faz com que o utilitário acabe tombando e terminando o teste apoiado em sua lateral pelo lado inverso ao do impacto. Recentemente a Jeep iniciou a comercialização no Brasil do Wrangler Unlimited Rubicon, que chega ao país por quase R$ 420 mil. 

Apesar do tombo, a IIHS deu avaliação “marginal” ao Jeep Wrangler nesse teste. A nota é uma acima da pior possível. Em outros testes, como de impactos frontais, laterais e rolamento, o SUV se deu bem melhor. De acordo com a instituição, um vídeo divulgado pela Jeep em testes internos de impacto, o Wrangler não tombava e recebeu uma pré-avaliação melhor. Agora, a nota final deve cair. Confira as imagens no vídeo abaixo:

Assine a newsletter semanal do AUTOO!