Mais potente e podendo alcançar até 272 cv, Amarok V6 2021 parte de R$ 243.290

Volkswagen lança no Brasil a linha 2021 da picape média com motor retrabalhado
Volkswagen Amarok 2021

Volkswagen Amarok 2021 | Imagem: Divulgação

Já à venda na Argentina desde o começo do ano, a Volkswagen Amarok V6 2021 estreia no Brasil nesta semana trazendo como grande novidade o incremento na potência e torque.

Com uma recalibração em sua unidade de controle eletrônica (ECU), o motor 3.0 V6 TDI passa a entregar 258 cv e 59,1 kgfm de torque. Para momentos em que for necessário ainda mais desempenho, o 3.0 V6 conta com uma função overboost, que pode elevar a potência máxima por 10 segundos para 272 cv. Segundo a Volkswagen, a função é recomendada para realizar uma ultrapassagem em subida com a caçamba carregada, por exemplo, e ela torna-se disponível quando a picape está trafegando em velocidades entre 50 e 120 km/h.

Permanecendo com o câmbio automático de 8 marchas e o sistema de tração integral 4Motion, a Amarok V6 2021 é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 7,4 segundos, o que a torna, de longe, a picape com o melhor desempenho da categoria. A velocidade máxima é limitada eletronicamente em 190 km/h. Os números impressionam, em especial considerando que estamos falando de um veículo de 2.134 kg. Até a linha anterior, a Amarok V6 contava com 225 cv e 56,1 kgfm de torque. 

Para o público em geral, a Amarok V6 2021 será oferecida em duas versões, a Highline e a Extreme.

A opção mais acessível Highline será tabelada em R$ 243.290 e traz como itens de série os sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, faróis com iluminação por xênon e equipados com luz de condução diurna em LED, rodas de liga leve aro 18”, entre outros. Para essa configuração, a Volkswagen oferece como opcionais as rodas de liga leve aro 19” (R$ 3.460) e um pacote com capota marítima e estribo lateral (R$ 2.975).

Volkswagen Amarok 2021
Volkswagen Amarok 2021
Imagem: Divulgação

Para quem deseja mais conforto e itens de série, a variante mais sofisticada da Amarok V6 segue a Extreme tabelada em R$ 256.390. Ela acrescenta recursos como ar-condicionado automático digital, bancos dianteiros com ajustes elétricos, rodas de liga leve aro 20”, entre outros. A capota marítima é um opcional para a Amarok V6 Extreme e custa R$ 1.170.

Como novidade para a linha 2021, a Amarok V6 poderá receber o pacote Black Style (R$ 1.880). Como o nome sugere, ele confere visual todo preto para a picape por meio de alguns acessórios. Tomando como base a cor Mystic Black para a carroceria, a Amarok V6 com o pacote Black Style conta com acabamento preto brilhante para as rodas de liga leve, para-choque traseiro em preto fosco, grade dianteira com frisos cromados e em preto brilhante, estribos tubulares em aço na cor preto fosco, entre outros.

A opção 2.0 turbodiesel da Amarok segue em linha, porém com foco em clientes corporativos.

A Amarok conta com 5,25 m de comprimento, 3,09 m de distância entre-eixos, 1,83 m de altura e 1,94 m de largura. Seu tanque de combustível recebe até 80 litros de diesel, enquanto a caçamba tem uma capacidade volumétrica para 1.280 litros de bagagens, com uma carga útil de 1.156 quilos. As dimensões da caçamba são 1.555 milímetros de comprimento, 580 milímetros de altura, 1.620 milímetros de largura e 1.222 milímetros entre as caixas de roda. 

Apesar do foco na potência e esportividade, a Amarok V6 fica devendo em assistentes de condução e um pacote mais completo de tecnologia embarcada. Uma de suas principais concorrentes, a Ford Ranger, traz em seu catálogo Limited 3.2 (R$ 222.490) recursos como piloto automático adaptativo e o farol alto automático, conveniências interessantes para quem percorre longas distâncias rodoviárias, o que é comum para quem usa picapes médias. Ainda completam a lista de itens de série da Ranger Limited o sistema de permanência em faixa e o alerta de colisão com frenagem autônoma de emergência, entre outros equipamentos. Portanto, um custo-benefício mais vantajoso e competitivo. O motor 3.2 com 5 cilindros da Ford Ranger entrega 200 cv e 47,9 kgfm de torque. 

Os próximos meses prometem ser movimentados no segmento de picapes médias. A Toyota deverá lançar no Brasil a Hilux 2021 com aprimoramentos até o fim deste ano. No ano que vem, o facelift para a Nissan Frontier pode estrear na região e também trazer um bom pacote de melhorias. A francesa Peugeot, por sua vez, prepara sua entrada no segmento com a Landtrek ao que tudo indica em 2022.

Volkswagen Amarok 2021
Volkswagen Amarok 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!