Novo Renault Kwid estreia no Brasil em 2021, diz revista

Carro de entrada na marca em nosso mercado deve seguir alterações do modelo indiano, além de ganhar mais potência
Renault Kwid 2020

Renault Kwid 2020 | Imagem: Divulgação

O Renault Kwid chegou ao Brasil há mais de três anos, apostando no visual “altinho” e no preço baixo. Apesar de alguns recalls no início da vida, o modelo conseguiu seu espaço em nosso mercado. Agora, a montadora pode estar se preparando para realizar em breve as primeiras alterações grandes no hatch.

Segundo os colegas da revista Quatro Rodas, a primeira atualização para o Renault Kwid deve ocorrer em meados de 2021, já para a linha 2022, e deverá melhorar diversos aspectos do modelo. As mudanças devem compreender o visual, a mecânica e também a segurança. Os primeiros protótipos da novidade já teriam sido montados em 2020.

Saiba mais: Renault Kiger, o SUV do Kwid, é revelado como conceito

Lateral do novo Kwid ganhou novas rodas na Índia
Acima, o novo Renault Kwid indiano
Imagem: Reprodução/Auto Punditz

Visualmente, o novo Renault Kwid deve seguir o que foi visto na reestilização do modelo para o mercado indiano. Isso inclui os novos faróis com blocos óticos divididos, sendo o abrigo dos faróis principais instalados no para-choque. A grade também muda e fica mais alinhada aos lançamentos recentes da marca. O Kwid da Índia ganhou ainda lanternas com lâmpadas de LED e painel de instrumentos digital, mas ainda não se sabe se o modelo nacional também receberá tais equipamentos.

Na parte mecânica, o modelo deverá trocar o atual 1.0 12V flex com comando fixo de válvulas pelo motor com comando duplo variável, o mesmo empregado no Sandero e no Logan. Assim, sua potência pode subir dos atuais 70 cv com etanol para 82 cv com etanol. Com o mesmo combustível, o torque sobe de 9,8 kgfm para 10,5 kgfm. Como o Kwid é leve, com menos de 800 kg, a diferença deve ser notável. 

A alteração, porém, será feita para adequar o novo Renault Kwid 2022 às novas legislações de emissões de poluentes e consumo nos próximos anos. Da mesma forma, a marca deve aproveitar para reforçar a estrutura e melhorar o desempenho do hatch em testes de impacto lateral. Além disso, o modelo de entrada pode ganhar ainda de série itens como assistente de partida em rampa e os controles eletrônicos de estabilidade e tração.

Traseira foi esquecida pela Renault e continua praticamente igual
Lanternas de LED do modelo indiano ainda são dúvida para o Brasil
Imagem: Reprodução/Auto Punditz
Assine a newsletter semanal do AUTOO!