Onix é o carro mais vendido do Brasil pelo 6º ano consecutivo; veja mais destaques de 2020

Saiba quem conseguiu sair vitorioso em um ano extremamente desafiador para a indústria
Chevrolet Onix: pelo 6º ano consecutivo, modelo é o carro mais vendido no Brasil

Chevrolet Onix: pelo 6º ano consecutivo, modelo é o carro mais vendido no Brasil | Imagem: Divulgação

Primeiro dia útil de 2021, logo nada melhor do que aproveitarmos para conferir um resumo de como foi o ano de 2020 no mercado automotivo, período que certamente vai entrar para a história como um dos mais “emocionantes”, para dizer o mínimo, envolvendo as atividades do setor.

Entre as marcas, como você pode conferir em nosso ranking, a Chevrolet conseguiu se manter no primeiro lugar em grande parte graças à boa aceitação de sua gama de compactos, com destaque para Onix, Onix Plus e a nova geração do Tracker, um dos lançamentos mais importantes realizados no ano passado.

Ao todo a Chevrolet contabilizou 335.799 emplacamentos entre automóveis e comerciais leves, seguida de perto pela Volkswagen com outras 328.925 unidades vendidas no país. Fechando o pódio, a Fiat segue no mesmo patamar de emplacamentos com 320.203 automóveis e comerciais leves da empresa ganhando as ruas do Brasil. Aqui, projetam a Fiat no ranking o sucesso que a marca obtém entre os veículos comerciais com a ótima aceitação da nova geração da Strada, bem como a notável participação da Toro entre as picapes compactas-médias.

A Hyundai sagrou-se a quarta marca mais vendida no Brasil, com 166.359 emplacamentos em 2020, seguida pela Ford (138.264), Toyota (136.988), Renault (130.769), Jeep (109.399), Honda (83.608) e Nissan (60.335) fechando os ranking das 10 principais fabricantes em volume de vendas no país.

Os 10 carros mais vendidos em 2020 no Brasil 

Como era esperado, o Chevrolet Onix ocupou com folga a dianteira no ranking de vendas de automóveis e comerciais leves. Ao somar 134.231 unidades comercializadas, ele também alcança, pelo 6º ano consecutivo, o posto de carro mais vendido do Brasil.

Ainda no ranking geral, o segundo automóvel mais emplacado no país foi o Hyundai HB20, com 86.015 unidades ganhando as ruas neste ano.

Em terceiro lugar, surpreendeu a notável procura pelo Chevrolet Onix Plus. O sedã foi a escolha de 82.676 consumidores.

Lançada em 2020, a nova geração da Fiat Strada prova que a marca acertou mais uma vez na receita da picape. Ela encerrou 2020 como o quarto veículo mais emplacado, somando 79.531 unidades chegando ao mercado.

Em quinto lugar, o veterano Volkswagen Gol prova que ainda é muito querido pelos brasileiros. Graças também à procura dos clientes corporativos, o hatch foi o quinto automóvel mais emplacado do país, somando 70.762 unidades.

O Ford Ka obteve a 6º colocação no ranking geral (67.092 emplacamentos), seguido pelo Fiat Argo (65.654).

Em especial graças à alguns emplacamentos represados ao longo de 2020 de sua configuração para PcD, o Volkswagen T-Cross foi o SUV mais vendido de 2020, totalizando 59.807 unidades vendidas.

Logo após, em 9º lugar no ranking dos carros mais vendidos no Brasil em 2020, ficou o Jeep Renegade (56.513).

Fechando a lista dos 10 automóveis e comerciais leves mais vendidos de 2020, a Fiat Toro aparece com 53.641 unidades.

Como foram as estreias de 2020 

Apesar do ano peculiar, de modo geral os veículos lançados em 2020 conseguiram uma boa repercussão no ranking de vendas.

Como já citamos, a nova geração da Fiat Strada foi, certamente, o principal destaque entre as estreias de 2020, como o fato de ter encerrado o ano na 4ª posição do ranking geral comprova.

Vale a pena destacar também o fôlego renovado com que o Chevrolet Tracker está encarando sua participação de mercado entre os SUVs compactos. Lançado em um período difícil, logo no início da fase mais aguda da pandemia no Brasil, o modelo mesmo assim está conseguindo registrar números de venda bem acima das 6 mil unidades/mês. Considerando os períodos em que o comércio permaneceu fechado e a fábrica precisou interromper a produção, o fato do novo Tracker ter encerrado 2020 como o 3° SUV compacto mais vendido no país cria uma perspectiva animadora para os resultados do modelo no decorrer de 2021. 

Outro modelo que mexeu com o mercado em 2020 foi o Volkswagen Nivus, uma grande aposta da marca entre os crossovers. De setembro até dezembro, a novidade conseguiu superar - e manter - o patamar de 3 mil emplacamentos/mês.

Entre os SUVs grandes, ponto positivo para o CAOA Chery Tiggo 8. O modelo, que oferece 7 lugares e carroceria monobloco, superou a expectativa de vendas da marca, o que fez com que a CAOA Chery praticamente dobrasse o número de unidades montadas em Anápolis (GO). Em dezembro de 2020, a novidade registrou 618 emplacamentos. 

Fator novidade não ajudou... 

Mesmo tendo o fator novidade jogando ao seu lado, algumas estreias de 2020 deixaram a desejar. Talvez a principal delas tenha sido o novo Peugeot 208, que somente “engrenou” nos últimos dois meses de 2020, quando o volume de emplacamentos superou as mil unidades.

Outro lançamento de 2020 que poderia ter ido melhor na procura do público foi a nova geração do Renault Duster. O modelo somou, ao longo do ano passado, 19.346 emplacamentos. O Ford EcoSport, por exemplo, ficou na frente do Renault no ranking de vendas da categoria, totalizando 23.857 unidades vendidas.

Renault Duster 2021
Novo Duster 2021: vendas longe de surpreender ao longo do ano passado 
Imagem: Divulgação