Prevista para ganhar atualização visual em breve, Chevrolet S10 celebra 25 anos no Brasil

Picape média também alcançou 1 milhão de unidades produzidas em São José dos Campos (SP)
Chevrolet S10 2020

Chevrolet S10 2020 | Imagem: Divulgação

Modelo que inaugurou o segmento de picapes de médio porte produzidas no Brasil, a Chevrolet S10 alcançou um duplo marco comemorativo neste ano.

A picape média completou 25 anos de produção local, tendo registrado 1 milhão de unidades fabricadas em São José dos Campos (SP). Segundo a Chevrolet, desse volume 750 mil exemplares abasteceram o mercado local e outros 250 mil foram destinados a outros países.

Provavelmente dentro de um a dois meses a Chevrolet S10 e o utilitário esportivo Traiblazer deverão passar por uma discreta reforma visual que vai contemplar majoritariamente atualizações na estética dianteira, em especial na grade e no para-choque frontal.

A imagem da picape atualizada inclusive já circula pela internet.

Nova Chevrolet S10 2021 foi antecipada pela própria marca
Nova Chevrolet S10 2021 foi antecipada pela própria marca
Imagem: Reprodução internet

Enquanto a Chevrolet não apresenta a linha 2021 da S10 e do Trailblazer, a fabricante apresentou um interessante material resgatando um pouco da história da bem-sucedida picape.

Lançada no país em 1995, a Chevrolet S10 contava apenas com cabine simples, motor 2.2 a gasolina com injeção monoponto, câmbio manual de 5 marchas e opção de freios ABS nas rodas traseiras dependendo da versão.

Chevrolet S10 1995
Chevrolet S10 1995
Imagem: Divulgação

Em 1996 foi lançada a opção cabine estendida, com 37 cm a mais de entre-eixos, suficientes para acomodar dois pequenos bancos traseiros escamoteáveis. Na mesma época, a Chevrolet introduziu duas novas opções de motorização: o 2.5 Turbo Diesel HST (High Speed Turbo) de 95 cv, que ajudou a elevar a capacidade de carga do veículo para 1 tonelada, e o motor V6 Vortec, com 180 cv e injeção eletrônica sequencial centralizada (SCPI).

Chevrolet S10 1995
Chevrolet S10 1995
Imagem: Divulgação

Em 1997, por sua vez, foi apresentada a S10 cabine dupla com quatro portas - exclusividade do modelo fabricado no Brasil. Nascia também a versão Executive, com acabamento mais refinado e itens exclusivos, como os bancos revestidos em material premium com ajustes elétricos para o do motorista. No ano seguinte, o motor 2.2 a gasolina ganha injeção eletrônica multiponto sequencial (MPFI) para melhor eficiência energética e desempenho (113 cv). Também foi lançada a primeira série especial da picape, a Champ 98, em homenagem a Copa do Mundo de Futebol da França. Outro ineditismo foi a tração 4x4 disponível para todas as versões. 

Detalhe dos bancos escamoteáveis, uma das peculiaridades da S10 cabine estendida
Detalhe dos bancos escamoteáveis, uma das peculiaridades da S10 cabine estendida
Imagem: Divulgação

Avançando um pouco na história, a S10 modelo 2007 passou a aceitar gasolina ou etanol com a introdução do propulsor 2.4 FlexPower, que entregava até 147 cv e promoveu um forte estímulo para as vendas da picape.

A atual geração da S10 estreou no Brasil em fevereiro de 2012, compartilhando muitos elementos com a Chevrolet Colorado norte-americana. Progredindo em tamanho, ela atingiu 5,35 metros de comprimento, tornando o habitáculo e a caçamba ainda mais espaçosos - o veículo tinha a maior capacidade de carga da categoria à época (1,3 tonelada).

Chevrolet S10 Executive
Chevrolet S10 Executive
Imagem: Divulgação

A S10 estreou em conjunto com a nova geração o motor 2.8 Turbo Diesel CTDi com duplo comando de válvulas e turbocompressor de geometria variável. A transmissão também era nova, tanto a manual de cinco marchas como a automática, agora de seis velocidades. No ano seguinte, o motor turbo diesel teve aumento de potência, de 180 cv para 200 cv, e de torque, de 47,8 kgfm para 51 kgfm. Já a cabine passou a contar com o multimídia MyLink com leitor de CD e DVD e um navegador GPS incorporado ao sistema.

O ano de 2014 marcou a S10 pelo lançamento do motor 2.5 Ecotec Flex, o mais potente e moderno da categoria. Trabalhava em conjunto com uma nova transmissão manual, de seis marchas. A picape também passou por evoluções dinâmicas. Teve a suspensão dianteira e traseira recalibradas com o intuito de deixar o conjunto mais rígido, e a direção, mais direta.

Atualmente a S10 é oferecida em três opções de carroceria (cabine dupla, cabine simples e cabine chassi), cinco níveis de acabamento (LS, Advantage, LT, LTZ e High Country), duas opções de motorização (2.5 Flex e 2.8 Turbo Diesel), assim como duas opções de transmissão (MT6 e AT6) e tração (4x2 e 4x4). Em sua versão mais acessível, a S10 Chassi, o preço tabelado é de R$ 138.290, sendo que em seu catálogo topo de linha High Country, com cabine dupla, motor 2.8 turbodiesel e câmbio automático, a Chevrolet S10 alcança R$ 213.290.

Gama Chevrolet S10 e Blazer 2001
Gama Chevrolet S10 e Blazer 2001
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!