Três anos depois, Tucson ganha motor flex

Utilitário esportivo da Hyundai é prometido em versão bicombustível desde 2009. A espera finalmente chega ao fim

Hyundai Tucson flex | Imagem: Rafael Munhoz

O que já parecia virar lenda urbana, enfim aconteceu. Não, não estamos falando da morte do arquiteto Oscar Niemeyer e sim do Tucson flex. O utilitário esportivo da Hyundai já está sendo vendido nas concessionárias com o motor 2.0 bicombustível, uma promessa que levou mais de três anos para virar realidade.

Os primeiros boatos sobre o Tucson flex são de meados de 2009. Na época, o modelo não era feito ainda no Brasil e o seu sucessor natural, o ix35, não passava de um projeto interno da montadora. Desde então, o SUV passou a ser fabricado em Anápolis (GO) e perdeu versões e volume de vendas, após o aumento da concorrência.

A CAOA, que é responsável por sua montagem, chegou a anunciar várias vezes a chegada do Tucson flex, porém, apenas no Salão do Automóvel o modelo foi visto na sua configuração definitiva. As vendas começaram há alguns dias com preço sugerido de R$ 67,5 mil. Contatamos uma delas que confirmou a chegada do modelo, disponível, segundo eles, apenas com câmbio automático - o valor pedido foi de R$ 68 mil. Na tabela de preços, a versão manual não aparece como flex.

Agora, a empresa brasileira se prepara para um projeto mais ambicioso, fabricar no país o ix35. De acordo com a CAOA, o novo utilitário esportivo passará a sair de Anápolis em 2013 já com motor flex. Ainda bem.

Assine a newsletter semanal do AUTOO!