VW T-Cross 2021 estreia com nova central multimídia de série em todas as versões

SUV compacto segue com quatro versões; preço parte de R$ 91.660
Volkswagen T-Cross 2021

Volkswagen T-Cross 2021 | Imagem: Divulgação

A Volkswagen apresentou nesta quinta-feira (6) a linha 2021 do T-Cross trazendo algumas evoluções pontuais no nível de equipamentos de série. Como era esperado, o grande destaque fica por conta da introdução da nova central multimídia VW Play como um item de série em todas as opções do SUV compacto, portanto desde o catálogo de entrada 200 TSI com câmbio manual.

Como já é conhecido desde a estreia do Nivus, a VW Play conta com tela de 10,1” de alta resolução, HD interno com capacidade para 10 GB, além de oferecer aplicativos nativos como o Waze para navegação.

Outra estratégia interessante adotada pela marca alemã foi a simplificação de catálogos opcionais disponíveis para o SUV, que representa uma diminuição de 30 para 12 combinações ao longo do portfólio. Dessa forma, a VW facilita a escolha da configuração ideal por parte dos consumidores interessados no modelo.

Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Imagem: Divulgação

Além de sair de fábrica com a central multimídia mais moderna oferecida pela marca no Brasil, o T-Cross 200 TSI com câmbio manual (R$ 91.660) ou automático de 6 marchas (R$ 99.090) recebem como reforços em suas respectivas listas de itens de série a entrada USB no console central, indicador do controle da pressão dos pneus, regulagem de altura dos faróis e o Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão (Post Collision Brake), que reconhece o primeiro impacto (frontal), aciona automaticamente o sistema de freios e evita colisões sequenciais.

Para o T-Cross 200 TSI manual, o único pacote opcional será o "Interactive III", que é composto por câmera de ré, sensor de estacionamento dianteiro e 2 alto-falantes extras (totalizando 6 por toda a cabine). 

O T-Cross 200 TSI automático, por sua vez, acrescenta como itens de série a partir da linha 2021 o piloto automático, saídas do ar-condicionado para os ocupantes do banco traseiro acompanhadas por duas entradas USB para recarga de dispositivos eletrônicos, volante multifuncional revestido de couro com aletas para a troca sequencial de marchas, descansa braço central com porta-objetos e 2 alto-falantes dianteiros adicionais.

Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Imagem: Divulgação

No caso do T-Cross 200 TSI automático, o único opcional disponível será o "Interactive IV", que acrescenta câmera de ré, sensor de estacionamento dianteiro, espelhos retrovisores externos rebatíveis eletricamente e, como novidade na linha 2021, as rodas de liga leve aro 17” mesclando o acabamento diamantado com a face interna na cor preta (pneus 205/55 R17).

Migrando para a versão Comfortline, a mais equipada com motor 1.0 TSI e câmbio automático, tabelada em R$ 112.120 a partir da linha 2021, a grande novidade fica por conta da introdução das novas rodas de liga leve aro 17”, as mesmas que são opcionais na versão 200 TSI automática. Além disso, o T-Cross Comfortline 2021 passa a contar com o detector de fadiga do motorista, que analisa uma série de parâmetros e identifica se o condutor está cansado, sugerindo, por meio de um alerta visual e sonoro no painel de instrumentos, uma parada para despertar e depois continuar a viagem. O T-Cross Comfortline já sai de fábrica com painel de instrumentos digital (Active Info Display), ar-condicionado automático digital, seletor do modo de condução, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, espelhos retrovisores externos com rebatimento automático, Iluminação ambiente em LED, chave presencial, entre outros recursos. 

A partir da linha 2021, o T-Cross Comfortline terá como opcionais o teto solar panorâmico Sky View, espelho retrovisor interno eletrocrômico, bancos revestidos parcialmente em couro, entre outros.

Por fim, o catálogo topo de linha do T-Cross 2021 segue o Highline (R$ 120.600). Ele é o único a oferecer o motor 1.4 TSI de 150 cv, o qual trabalha apenas com o câmbio automático de 6 marchas. A única novidade para a versão mais cara do T-Cross fica por conta da introdução da central multimídia VW Play. De série, essa opção traz todos os itens do T-Cross Comfortline acrescentando a moldura cromada nos faróis de neblina, frisos cromados na região inferior dos vidros laterais, rack de teto em acabamento próprio da versão, bancos revestidos parcialmente em couro, espelho retrovisor interno eletrocrômico, pedaleira esportiva com acabamento em alumínio, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, sistema start-stop, que desliga e liga o motor automaticamente quando o carro para em semáforo favorecendo a economia de combustível, entre outros.

Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Imagem: Divulgação

Entre os opcionais exclusivos do T-Cross Highline 2021 figuram o sistema de som premium Beats com subwoofer, que integra um pacote com os faróis full-LED, além do assistente de estacionamento (Park Assist 3.0) e o teto solar panorâmico Sky View.  

Nada muda no T-Cross 2021 do ponto de vista mecânico, assim como nenhuma alteração de design foi realizada. A Volkswagen ainda não trouxe seu novo logotipo para o modelo alegando que, por uma questão de estratégia global, a migração para a nova identidade começará com produtos inéditos, como é o caso do Nivus, migrando posteriormente para o restante da linha. 

Pedimos para a fabricante os valores dos opcionais para todas as versões do T-Cross 2021, porém até o momento a montadora não nos retornou a informação. 

A Volkswagen acrescenta que todas as versões do T-Cross 2021 destinadas ao público em geral seguem com o benefício das três primeiras revisões gratuitas, que custariam R$ 1.660. O SUV em sua linha 2021 também acrescenta como benefício três meses grátis de assinatura da tag Sem Parar. 

Versão Sense para PcD

Questionada sobre a migração da versão Sense para a linha 2021, a Volkswagen declarou que precisa concluir a produção dos pedidos atuais da configuração PcD acumulados desde o início do ano antes de colocar o T-Cross Sense 2021 no mercado.

Apesar da marca não entrar em detalhes sobre as mudanças para o T-Cross Sense 2021, o Autoo apurou que o SUV vai perder alguns itens de série, como a central multimídia e as rodas de liga leve, bem como o prazo de garantia será de apenas 1 ano. As demais versões do T-Cross contam com cobertura de fábrica de 3 anos.

Volkswagen T-Cross 2021
Volkswagen T-Cross 2021
Imagem: Divulgação
Assine a newsletter semanal do AUTOO!