Como a parceria Mahindra-Ford pode impactar no mercado brasileiro

Duas fabricantes trabalham em estreita colaboração desde o ano passado
Ford

Ford | Imagem: Divulgação

Estabelecida no fim de 2019, a joint venture criada entre a Ford e a Mahindra na Índia aos poucos começa a render alguns frutos.

Ao ter a função de criar produtos para as duas marcas no país asiático, poupando, com isso, custos de desenvolvimento, é importante que nós aqui no Brasil também sigamos de olho em tudo o que está sendo projetado ali, já que esses futuros modelos têm grandes chances de chegar a países emergentes onde a Ford atua.

Até onde sabemos, a joint venture Ford-Mahindra contempla quatro SUVs, dois para cada marca. A estratégia de posicionar a Índia como um centro de desenvolvimento de automóveis para países emergentes está se tornando comum, em especial pela relevância cada vez mais do mercado em questão. A Citroën, por exemplo, designou para sua filial indiana a criação de uma nova família de modelos que também poderá chegar ao Brasil. 

A primeira dupla deve chegar ao mercado indiano até o fim de 2021 e terá porte médio. Trata-se do sucessor para o Mahindra XUV500, que atende pelo nome de projeto W601, e o seu equivalente na gama Ford, chamado até então de projeto W605. Estamos falando de um modelo com tamanho, nível de conteúdo de série e faixa de preço semelhantes ao que encontramos no Jeep Compass brasileiro e no futuro SUV derivado do projeto Tarek que a Volkswagen produzirá na Argentina. Modelos que, respectivamente, ficam posicionados acima de Renegade e a dupla T-Cross/Nivus.

A Ford vai atuar ainda neste ano dentro dessa faixa de mercado com o Territory, SUV médio que chegará ao país importado da Índia. Nos resta saber quais serão os predicados do projeto W605. Caso ele entregue um conjunto mais moderno em relação ao Territory pode ser que a Ford até considere sua importação no lugar do SUV chinês ou quem sabe uma eventual produção local na América do Sul.

Em uma categoria abaixo, por sua vez, a segunda dupla concebida em conjunto pela Ford-Mahindra terá porte compacto, semelhante ao nosso atual EcoSport brasileiro. Na companhia norte-americana, esse projeto é conhecido como B745, enquanto na Mahindra circula a designação S204. Esses modelos devem ser apresentados no mercado indiano em 2022.

Como no caso do SUV médio, a dupla de tamanho compacto vai dividir a mesma plataforma e até mesmo os propulsores mais modernos da Mahindra. A fabricante indiana hoje conta com um interessante 1.2 turbo com injeção direta, que inclusive será aplicado a partir do ano que vem no atual Ford EcoSport vendido na Índia, um prenúncio de que a joint venture está caminhando bem. Acima desse propulsor, a Mahindra também desenvolveu um avançado 1.5, também com turbo e injeção direta, e potência na casa de 160 cv. O torque superior deve ser um atributo desse motor.

“Economias emergentes, incluindo a Índia, vão responder por uma em cada três vendas de veículos ao redor do mundo no futuro. A joint venture com a Ford resultará em um portfólio de produtos distinto, mas com plataformas e conjuntos mecânicos compartilhados. Esses modelos contarão com a mais recente tecnologia, alta qualidade e os elevados padrões de engenharia da Ford e da Mahindra, a um custo otimizado”, declarou Pawan Goenka, diretor administrativo da Mahindra, em comunicado à época da formalização da joint venture.

Com esses predicados apresentados pelo executivo da Mahindra e a recente desidratação das operações da Ford aqui no Brasil, não é de estanhar que a próxima geração do EcoSport tenha uma grande influência por parte dos indianos da Mahindra.

Segundo nosso colunista Fernando Calmon antecipou em março deste ano, a previsão é que a nova geração do Ford EcoSport será lançada aqui no Brasil em 2021, sendo que a marca também pode fabricar ainda mais dois novos SUVs na mesma unidade industrial, com previsão de estreia para 2022 e 2023. Logo, vamos ficar bem atentos a todas as movimentações da Ford tanto aqui quanto na Índia e reportaremos todos os detalhes no Autoo. Acompanhe! 

Mahindra XUV300
Mahindra XUV300
Imagem: Divulgação