Confira os novos SUVs que vão chegar ao Brasil em 2021

Depois de um ano repleto de lançamentos importantes, segmento ainda deve receber inúmeros reforços em breve
Acima o Corolla Cross lançado no Vietnã

Acima o Corolla Cross lançado no Vietnã | Imagem: Divulgação

Ao longo de 2020, diversos lançamentos mostraram a força dos SUVs no Brasil. Entre eles estavam o Renault Duster, Chevrolet Tracker, Volkswagen Nivus e Ford Territory. Apesar da grande quantidade de novos modelos, o ano que vem deve manter o ritmo acelerado de estreias para uma das fatias de mercado que mais cresce no país.

No acumulado de emplacamentos do ano até novembro, a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) registrou 1.420.955 unidades novas sendo comercializadas. Apesar de o número ser 30,57% inferior a igual período de 2020 (2.046.591), a participação dos utilitários esportivos na conta é expressiva. Do total de 2020, 461.077 unidades eram SUVs, o que se traduz em 32,44% do total do mercado. Assim, praticamente um em cada três novos veículos de passeio comercializados no Brasil eram SUVs.

Saiba mais: relembre os lançamentos mais importantes de 2020

Confira os SUVs que devem chegar ao Brasil em 2021

CAOA Chery e Exeed

Facelift para o Tiggo 2 revelado na China
Facelift para o Tiggo 2 revelado na China
Imagem: Reprodução internet

Uma das estreias aguardadas para 2021 vindas da marca chinesa é o facelift para o Tiggo 2. A novidade já foi apresentada na China e deve chegar no próximo ano ao mercado brasileiro, sendo fabricada pelo Grupo CAOA no interior paulista. Enquanto no país asiático o modelo de entrada da marca adotou um motor 1.0 turbo e câmbio automático CVT, não se sabe se a empresa nacional permanecerá oferecendo o 1.5 aspirado com câmbio automático de quatro marchas por aqui. O que deve chegar com certeza é o novo visual, com uma dianteira repaginada, faróis mais afilados e grade retrabalhada.

Acima o Tiggo 7 atualizado vendido na China
Acima o Tiggo 7 atualizado vendido na China
Imagem: Reprodução internet

Já para o SUV médio Tiggo 7, as novidades devem ficar por conta do novo visual mais alinhado com a linguagem global da empresa, batizado de Motion 3.0. Para o Tiggo 8, de sete lugares, o modelo deve trocar o 1.6 turbo a gasolina por um propulsor flex. Por último, a marca já prometeu a estreia de uma nova marca no Brasil, que deve ser a Exeed, divisão de luxo da Chery. O primeiro a chegar deve ser o LX, que usa a mesma plataforma dos Tiggo 7 e 8.

Fiat

Flagra do futuro
Flagra do futuro "SUV do Argo" em testes no interior de São Paulo
Imagem: Carros Camuflados

Depois de alguns anos focando no crescimento da Jeep, a FCA (Fiat-Chysler) dará atenção para a Fiat, que está há anos sem uma opção de SUV. O primeiro a chegar no ano que vem deve ser um modelo de entrada, baseado na plataforma do Argo, mas com visual mais robusto e suspensão elevada. A novidade deve brigar diretamente com o CAOA Chery Tiggo 2. Em termos de motorização, a novidade vai reaproveitar o atual 1.3 flex do hatch, mas deverá estrear ainda o novo 1.0 turbo da Fiat.

Ford

Ford Bronco Sport 2021
Ford Bronco Sport 2021
Imagem: Divulgação

Aguardado para o Brasil desde seu lançamento para o mercado norte-americano, o Ford Bronco deverá ser a maior aposta da marca para o mercado brasileiro no ano que vem. O SUV usa a mesma plataforma do Escape, mas com linhas mais robustas e maior capacidade off-road. Sempre dotado de tração integral, a novidade deve estrear por aqui com três opções de versões, sempre equipado com um motor 2.0 turbo de 245 cv e câmbio automático de oito marchas.

Hyundai

Nova geração do Hyundai Creta vendida na Índia
Nova geração do Hyundai Creta vendida na Índia
Imagem: Divulgação

Desde o lançamento, o Hyundai Creta nunca recebeu uma reformulação mais profunda. Mesmo assim, permanece como um dos mais vendidos entre os SUVs compactos. Isso deve mudar em 2021, quando a marca deve estrear por aqui um profundo facelift para o modelo que já foi apresentado ao mercado indiano neste ano. O novo Creta, porém, poderá ser polêmico por conta da nova dianteira com faróis divididos.

A trinca da Jeep

Facelift do Jeep Compass apresentado na China
Facelift do Jeep Compass apresentado na China
Imagem: Reprodução internet

Marca especializada em SUVs, a Jeep não vai deixar outros modelos simplesmente tomarem em seu mercado. Para 2021, a marca deve contar com três lançamentos importantes no Brasil. Um deles é o novo motor 1.3 turbo que poderá entregar até 180 cv de potência e será utilizado pelos novos Renegade e Compass. Ambos receberão pequenas atualizações visuais também.

Flagrado na Europa: Jeep Compass de 7 lugares aparece rodando com camuflagens
Flagrado na Europa: Jeep Compass de 7 lugares aparece rodando com camuflagens
Imagem: Reprodução / Autocar

Por último, deve chegar no ano que vem um dos modelos mais aguardados. Trata-se do Jeep de sete lugares, que ainda não teve o nome definido. A novidade já foi flagrada em testes e deverá usar uma variante mais larga e comprida do Compass. Assim, ele deverá acomodar bem as três fileiras de bancos e seus passageiros.

Nissan

Nissan Kicks 2021
Nissan Kicks 2021
Imagem: Divulgação

Outro modelo que é fundamental para a montadora, mas não recebe mudanças há alguns anos é o Nissan Kicks. Um facelift para o SUV já foi apresentado na Ásia e deve chegar por aqui também no ano que vem. Com isso, a novidade deve dar um fôlego extra para a empresa. Enquanto outros países já receberam uma opção híbrida, para o Brasil a marca deve manter o 1.6 flex aspirado por mais um tempo. 

O 1.3 turbo da Aliança Renault-Nissan poderia ser uma opção e o conjunto eletrificado deve chegar mais tarde. Na Índia, a Nissan está para lançar o Magnite, mini-SUV com a plataforma do Renault Kwid em uma variante maior e mais longa. Enquanto ele é um forte candidato a ser fabricado Resende (RJ), que deixou de produzir o March, as chances de o Magnite desembarcar por aqui em 2021, porém, são remotas.

Renault

O ano de 2020 já foi importante para a Renault por conta do novo Duster, mas 2021 não deve ser mais tranquilo. No próximo ano, a marca deverá estrear por aqui o motor 1.3 turbo desenvolvido em parceria entre a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi e a Mercedes-Benz. O primeiro a usá-lo deve ser o Captur, que chegará também com mudanças visuais sutis, mas o propulsor ainda pode equipar o Duster em 2021.

Toyota

Toyota Corolla Cross 2020
Toyota Corolla Cross 2020
Imagem: Divulgação

Um dos segredos mais bem guardados da Toyota para 2021 é o Corolla Cross. Trata-se da variante SUV fabricada sobre a plataforma do Corolla convencional e que já estreou na Ásia. A divisão brasileira da marca nega sua existência, mas a novidade já foi flagrada em testes no Brasil e citada em informações do sindicato dos metalúrgicos de Sorocaba (SP), onde a japonesa mantém sua fábrica. Isso mostra que o Corolla Cross deve chegar no ano que vem com produção local e até mesmo opção de conjunto híbrido como o sedã.

Volkswagen

Volkswagen Taos 2021
Volkswagen Taos 2021
Imagem: Divulgação

No final de 2020, a VW confirmou que o Taos chegaria ao Brasil. O novo SUV da marca preencherá o espaço entre o T-Cross mais completo e o Tiguan Allspace de entrada dentro do catálogo da empresa no Brasil. A produção será feita na Argentina e o carro brasileiro deve ser equipado com o mesmo 1.4 turbo flex de 150 cv já visto nos outros dois SUVs.