Quando foi lançado no Brasil em 2009, o Honda City reinou quase sozinho em um nicho que tinha poucos modelos. Com exceção do Kia Cerato, até então um médio para compacto, apenas o modelo japonês era uma espécie de “super compacto”.

Não por acaso, a Honda aproveitou essa oportunidade para vender 35 mil unidades do City em 2010, até hoje a sua melhor marca. Mas desde 2016, o sedan perdeu espaço à medida que novos veículos do mesmo porte chegaram ao mercado.

E esse movimento deverá se intensificar com o lançamento do Onix Sedan, que a Chevrolet promete para o final do ano. Maior e com motorização turbo, o novo carro deve roubar vendas de vários modelos como o próprio City.

Mas essa situação não deve perdurar já que a Honda também está preparando uma nova geração do City e que foi flagrada na Tailândia na semana passada. Embora coberto de adesivos, o sedan revelou parte de seus traços nas imagens que você vê em nossa galeria.

Com base nelas, o designer Kleber Silva produziu com exclusividade para o Autoo as projeções que estão nesse artigo. Elas mostram que o novo City seguirá a identidade visual que hoje é vista em modelos como o Civic, mas também o Accord e o híbrido Insight.

Novo Honda City deverá oferecer ainda mais espaço, mas com um estilo mais refinado
Novo Honda City deverá oferecer ainda mais espaço, mas com um estilo mais refinado
Imagem: Kleber Pinho da Silva

Assim como esses automóveis de maior porte, o City terá uma longa “régua” cromada que se sobrepõe aos faróis e a grade frontal em colmeia. O sedan trará luzes diurnas de LEDs (DRL) que talvez se estendam aos faróis de neblina.

Na lateral, o modelo terá vincos mais pronunciados e retrovisores instalados na carroceria e não na base dos vidros, como o carro atual. Já na traseira, as lanternas continuarão invadindo a tampa do porta-malas que aparentemente será mais larga.

Motor 1.0 turbo?

O carro que deverá ser revelado na Ásia no início de 2020 será um sedan bem mais refinado que o atual a fim de cobrir a natural lacuna criada pela atual geração do Civic. Ou seja, um veículo mais espaçoso e bem acabado que hoje e que trará equipamentos de ponta para enfrentar os novos sedans como o Virtus, da Volks, e o já citado Onix Sedan.

No exterior, comenta-se que o motor 1.5 receberá melhorias para oferecer mais desempenho sem que isso reflita no consumo. Mas isso pode valer para alguns mercados enquanto outros podem estar cotados para estrear um inédito motor 1.0 turbo com injeção direta.

Protótipo do novo Honda City é flagrado: modelo deve ser revelado no início de 2020
Protótipo do novo Honda City é flagrado: modelo deve ser revelado no início de 2020
Imagem: Reprodução/Facebook

No Brasil, esse propulsor faria mais sentido para concorrer com o Virtus e o Onix, ambos já equipados com motores de 3 cilindros bastante eficientes. A transmissão, por outro lado, deve permanecer automática CVT, item que a Honda domina há bastante tempo.

Hoje o segmento de sedans compactos é um dos poucos que cresce no Brasil, além dos utilitários esportivos. E é fato que a Honda não está se saindo bem com o atual City, que acumulava menos de 7 mil emplacamentos até maio enquanto o novato Yaris Sedan, da Toyota, já tinha mais de 12,7 mil unidades vendidas.

O lançamento do City por aqui, no entanto, deverá ocorrer após a chegada do novo Fit, previsto para ser lançado no início de 2020.

Ricardo Meier

Publisher do AUTOO, é o criador do site e tem interesse especial pelo sobe e desce do mercado, analisando os números de vendas de automóveis todos os meses

Ricardo Meier | http://www.jcceditorial.com.br/