Ford Escort muda para enfrentar Chevrolet Monza e VW Santana

Não, você não leu errado, nem está na década de 1980. No mercado chinês, os três nomes permanecem vivos
Ford Escort 2022

Ford Escort 2022 | Imagem: Divulgação

Entre os grandes carros nacionais que fizeram sucesso na década de 1980, não há como não lembrar do trio de sedãs formado por Ford Escort, Chevrolet Monza e Volkswagen Santana. Enquanto para nós brasileiros resta apenas o saudosismo, o mercado chinês ainda mantém os três nomes em uma acirrada disputa no segmento de três volumes.

O mais recente capítulo dessa história na Ásia coube à Ford, que acabou de renovar o Escort para a China. O modelo ainda é fabricado na plataforma do Focus que foi vendido no Brasil. Agora, o sedã passou por uma reestilização. Além disso, também ganhou novas tecnologias na esperança de recuperar as vendas na China e também no Oriente Médio, outro mercado que recebe o modelo.

Ford Escort 2022
Ford Escort 2022
Imagem: Divulgação

Por fora, o novo Escort incorporou a identidade visual da marca mais recente, já vista nos SUVs Territory e Equator. Os faróis estão mais estreitos e integrados ao desenho, a grade ficou ligeiramente maior e com nova grelha enquanto o para-choque ganhou novas entradas de ar. Atrás, as lanternas ganharam novo arranjo interno de iluminação e um para-choque remodelado.

Por dentro, o novo Ford Escort chinês passa a adotar um par de telas digitais de 10,25 polegadas, sendo uma para o painel de instrumentos e outra para a central multimídia. Nas medidas, tem 4,63 m de comprimento, 1,82 m de largura, 1,49 m de altura e 2,68 m de distância entre-eixos. Ele é equipado sempre com um motor 1.5 a gasolina que entrega 122 cv de potência e pode vir associado a um câmbio manual ou automático, ambos de seis marchas.

Ford Escort 2022
Ford Escort 2022
Imagem: Divulgação