Novidades 2021: os lançamentos que valem a espera

Apresentamos alguns modelos que prometem se destacar no ano que vem
Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV compacto da Fiat tomando como base elementos da nova Strada

Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV compacto da Fiat tomando como base elementos da nova Strada | Imagem: Kleber Silva

Marcando um período de recuperação para o setor automotivo como um todo, o ano de 2021 promete trazer ânimo renovado para algumas marcas. Se você está pensando em comprar ou trocar de carro, preparamos uma lista reunindo as novidades que deverão mexer com o mercado no ano que vem e, por conta disso, merecem a sua atenção. 

De modelos de entrada a SUVs, teremos uma boa safra de novidades em 2021 contemplando diversos segmentos e faixas de preço. Vamos, então, a elas: 

Fiat Chrysler 

O próximo ano prometer ser bastante agitado para a Fiat Chrysler no Brasil. No âmbito corporativo, será importante ficarmos de olho nos desdobramentos da fusão entre o conglomerado ítalo-americano e a PSA, que dará origem à Stellantis. O acordo certamente vai impactar os futuros modelos das marcas sob o controle da nova companhia, bem como as estruturas produtivas e de distribuição. 

Enquanto aguardamos o desenlace da criação da Stellantis, um avanço importante da Fiat Chrysler no Brasil a partir de 2021 será a introdução de sua nova família de motores turbo com injeção direta em vários modelos da Fiat e Jeep produzidos no Brasil. 

Os propulsores serão fabricados em Betim (MG) e prometem alto nível de eficiência em suas opções de deslocamento de 1 e 1,3 litro. 

Falando especificamente da Fiat, a marca italiana terá duas estreias muito relevantes programadas para 2021 no Brasil. A primeira delas será o facelift da Toro, picape compacta-média de muito sucesso no Brasil. 

A Toro 2022 vai trazer o propulsor 1.3 turbo sob o capô, discretas evoluções estéticas e alguns aprimoramentos relevantes na cabine, como a opção do painel de instrumentos digital e uma central multimídia mais sofisticada com tela maior dependendo da versão. 

Avançando para o segundo semestre, a Fiat deverá colocar no mercado um modelo inédito. Estamos falando do crossover derivado do Argo, que deverá trazer como uma das opções de motor o novo 1.0 turbo nos catálogos superiores. Amplamente baseado no hatch, a novidade está para o Argo assim como o VW Nivus está para o Polo. Seu preço deverá ser competitivo e marca a entrada da Fiat no segmento de crossovers e SUVs nacionais. Um modelo que certamente merece muita atenção. 

Ainda dentro da estrutura da FCA, a marca Jeep promete uma ofensiva interessante. No primeiro semestre de 2021 deveremos conhecer o facelift do Compass. Já na segunda metade do ano, será a vez da apresentação do inédito modelo 7 lugares da marca produzido em Goiana (PE). 

Certamente trata-se de uma iniciativa muito aguardada da Jeep sobretudo considerando a escassez de modelos nacionais com três fileiras de assentos. A novidade será o modelo mais sofisticado da marca com produção local, portanto podemos esperar por patamares superiores de acabamento, conectividade e tecnologia a bordo. Sob o capô o modelo terá apenas propulsores turbo, provavelmente o 1.3 flex e o 2.0 diesel, que deverá ser retrabalhado para entregar mais potência. 

Aliança Renault-Nissan 

Ainda tomando como base os grandes conglomerados ou parcerias estratégicas no universo automotivo, a Renault-Nissan terá iniciativas importantes no Brasil. 

Falando sobre a marca japonesa, o ano de 2021 começa para a Nissan com a apresentação do facelift do Kicks nacional. O SUV compacto deverá estrear por aqui as mesmas melhorias estéticas apresentadas para os mercados asiáticos da América do Norte. Provavelmente o SUV não deverá trazer novidades mecânicas em nosso país, preservando o 1.6 16V sob o capô. 

Também está prevista para 2021 a estreia da nova geração do Nissan Sentra no Brasil, modelo que atua entre os sedãs médios. O três volumes, assim como o Versa, foi totalmente revisto e traz um visual bem mais arrojado, assim com um interior mais envolvente. Para quem gosta de modelos dessa categoria, certamente vale a pena aguardar a estreia do novo Sentra por aqui. 

Por fim, ainda sobre a Nissan, outra novidade para ficarmos de olho pode ser o facelift da Frontier. Já revelado no México, ele deverá chegar também à picape fabricada na Argentina no ano que vem. 

Partindo para a francesa Renault, podemos esperar por gratas evoluções sobretudo do ponto de vista da propulsão nos dois SUVs compactos da marca fabricados no Brasil. Logo nos primeiros meses de 2021 a marca deverá lançar o Captur 2022 com um leve facelift externo e interno, mas trazendo como principal novidade a introdução do motor 1.3 turbo. Desenvolvido em conjunto com a Mercedes-Benz, ele deverá aprimorar consideravelmente a eficiência do SUV e torná-lo muito mais competitivo. 

O motor em questão também deverá chegar ao Duster 2022, provavelmente no catálogo topo de linha do SUV, com lançamento esperado para alguns meses depois do novo Captur. 

Já no segmento de entrada, o Renault Kwid nacional deverá passar por seu primeiro facelift em 2021. Apenas com uma revisão estética envolvendo para-choques, tampa do porta-malas e conjuntos ópticos, o compacto deverá trazer melhorias pontuais, como até mesmo a inclusão de faróis de LED na opção topo de linha. 

Ford 

Como já foi confirmado pela marca, teremos três estreias da fabricante em solo nacional em 2021. 

A principal delas será a “família Bronco”, provavelmente com todas as opções do leque de SUVs sendo importadas ao Brasil. Estamos falando, portanto, do Bronco nas carrocerias 2 e 4 portas, além do Bronco Sport, a opção monobloco e que deverá responder por um volume de vendas maior. 

A interessante configuração esportiva Mach 1 do Mustang será comercializada a partir de 2021 no Brasil, bem como a Ranger Black, opção com visual todo preto da picape média, integra o pacote de novidades da marca para o nosso país no próximo ano. 

Peugeot Citroën 

O conglomerado francês, que encabeça a futura Stellantis em sua fusão com a FCA, tem como destaques para 2021 duas novidades relevantes para o mercado brasileiro. 

A nova geração do Peugeot 2008 deverá começar a ser produzida na Argentina ao lado do 208, o que marca um avanço importante para o SUV compacto em nossa região. 

Com um design totalmente revisto e um ambiente interno que remete aos irmãos mais sofisticados 3008 e 5008, a segunda geração do 2008 reúne boas condições para trazer novos clientes à marca, isso se ela acertar na escolha dos conjuntos mecânicos e no preço da novidade. 

Da irmã Citroën, por sua vez, rumores apontam que a fabricante pode começar a produzir no Brasil em 2021 o sucessor do C3 nacional. O modelo vai se desvincular do hatch europeu e será baseado em um compacto que integra uma nova família voltada a mercados emergentes que a Citroën desenvolve na Índia. Nela também estão inseridos um SUV pequeno (o provável sucessor do Aircross brasileiro) e um sedã de dimensões igualmente compactas, todos baseados na mais recente plataforma do grupo francês para veículos de entrada. 

De fato a Citroën precisa de uma renovação profunda em sua gama nacional para reconquistar a participação de mercado que outrora obtinha por aqui. Vamos torcer para que o novo C3 fabricado em Porto Real (RJ) de fato se concretize em 2021. Fechando as potenciais novidades da Citroën para o ano que vem no Brasil, o SUV médio híbrido C5 Aircross, já comercializado na Argentina, é uma aposta fortmente cogitada para nosso país. 

Hyundai 

No ano que vem, o Hyundai Creta completa quatro anos de mercado brasileiro. Nos bastidores, especula-se que a Hyundai deverá lançar por aqui em 2021 a nova geração do modelo. O visual, polêmico, deverá seguir o Creta indiano. Com a iminência do segmento de SUVs compactos torna-se cada vez mais competitivo, a Hyundai sabe que não pode esperar e pretende conter o avanço dos rivais. A empresa ainda pode realizar o anúncio da fabricação local de motores no Brasil, o que abriria espaço para a introdução de propulsores mais sofisticados no país. 

Honda 

A Honda deverá lançar no Brasil uma dupla muito importante para sua estratégia local no país em 2021. Estamos falando da nova geração do City nas opções hatchback e sedã

Ao hatch caberá atuar no segmento hoje liderado por Chevrolet Onix de uma maneira mais direta em relação ao papel hoje desempenhado pelo Fit, oferecendo para tanto uma carroceria dois volumes mais convencional, porém preservando atributos de versatilidade como o prático sistema de rebatimento de bancos encontrado no monovolume. O City hatchback deverá se posicionar de forma mais “premium” entre os compactos nacionais, com uma estratégia de precificação mais próxima de VW Polo, Toyota Yaris, entre outros modelos. 

O City em sua opção sedã, por sua vez, trará um sopro de modernidade em relação ao modelo hoje vendido aqui, que hoje sequer oferece os controles de estabilidade e tração. 

Tanto o hatch como o sedã devem estrear o motor 1.0 turbo da Honda no Brasil. A dúvida que fica é se a quarta geração do Fit chegará ao país importada em sua configuração híbrida, a qual atuaria em uma faixa de preço superior em relação ao Fit brasileiro atual. 

CAOA Chery 

Ainda nos primeiros meses de 2021, uma novidade que vale a pena ficarmos de olho é a profunda atualização que o CAOA Chery Tiggo 2 vai estrear no Brasil. Como visto na China, o crossover recebeu uma dianteira completamente nova, além de melhorias na parte interna. Tecnicamente, um salto do Tiggo 2 pode ser a introdução do motor 1.0 turbo com injeção direta que a Chery desenvolveu na China. Ele poderá trabalhar em conjunto com o câmbio automático CVT e entregar números animadores e desempenho e consumo. 

Toyota 

Caminhando para a parte final de nosso levantamento das principais estreias de 2021, é claro que não pode ficar de fora o aguardado Toyota Corolla Cross. Produzido no Brasil, o modelo deverá causar um notável impacto entre os SUVs nacionais ao posicionar a Toyota na categoria. Com porte médio, a novidade destaca-se pela cabine ampla e confortável para 5 passageiros e um porta-malas adequado ao uso familiar. Possivelmente, assim como o sedã com o qual compartilha o nome, o Corolla Cross nacional deverá oferecer opções híbridas flex. 

Volkswagen 

Assim como o Corolla Cross, outro “anti-Compass” confirmado para 2021 será o Volkswagen Taos. Com estreia anunciada para o segundo trimestre do ano que vem, o modelo compartilha com o Toyota as credenciais de uma cabine ampla e confortável e porta-malas espaçoso. Por aqui, o Taos será comercializado com motor 1.4 TSI e câmbio automático de 6 marchas. O custo-benefício pode ser um atributo do SUV, que será produzido na Argentina.

Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV compacto da Fiat tomando como base elementos da nova Strada

Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV compacto da Fiat tomando como base elementos da nova Strada

Maior e mais sofisticada, a segunda geração do Peugeot 2008 abre espaço para modelo de menor porte

Maior e mais sofisticada, a segunda geração do Peugeot 2008 abre espaço para modelo de menor porte

Modelo deverá ter uma carroceria mais alta e larga para acomodar 7 passageiros

Modelo deverá ter uma carroceria mais alta e larga para acomodar 7 passageiros

Sugestão para o novo Jeep 7 lugares nacional mescla elementos de SUVs recentes da marca

Sugestão para o novo Jeep 7 lugares nacional mescla elementos de SUVs recentes da marca

Acima o facelift para a Nissan Frontier em sua nova versão voltada ao off-road

Acima o facelift para a Nissan Frontier em sua nova versão voltada ao off-road

Acima a segunda geração do Peugeot 2008

Acima a segunda geração do Peugeot 2008

Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV compacto nacional da Fiat

Projeção de Kleber Silva para o futuro SUV compacto nacional da Fiat

Acima o Nissan Sentra que será comercializado na América Latina

Acima o Nissan Sentra que será comercializado na América Latina

Teto contrastante será um dos opcionais para o novo Sentra

Teto contrastante será um dos opcionais para o novo Sentra

Facelift para o Tiggo 2 revelado na China

Facelift para o Tiggo 2 revelado na China

Proposta de facelift para a Fiat Toro sugerida por Kleber Silva

Proposta de facelift para a Fiat Toro sugerida por Kleber Silva

Proposta de facelift para a Fiat Toro sugerida por Kleber Silva

Proposta de facelift para a Fiat Toro sugerida por Kleber Silva